Ato do Dia da Mulher no México termina com mais de 80 pessoas feridas (FOTOS, VÍDEO)

© AP Photo / Rebecca BlackwellMulheres protestam contra o abuso sexual na Cidade do México, México, 15 de fevereiro de 2021
Mulheres protestam contra o abuso sexual na Cidade do México, México, 15 de fevereiro de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2021
Nos siga noTelegram
Uma manifestação de celebração do Dia Internacional da Mulher, realizada nesta segunda-feira (8) na Cidade do México, terminou com uso de gás lacrimogênio pela polícia local.

A marcha pela igualdade de direitos contra a violência de gênero começou na Praça da Revolução, no centro da cidade, e terminou em frente ao Palacio Nacional, sede do governo do México.

Após algumas manifestantes tentarem furar o bloqueio policial que cercava o edíficio do governo, as forças de segurança reagiram com o uso de gás lacrimogênio para dispersar as ativistas.

Depois que o governo barricou o Palácio Nacional na Cidade do México (antes do Dia Internacional da Mulher), as pessoas o transformaram em um memorial (Muro da Memória) com nomes de mulheres que foram vítimas de feminicídio​

De acordo com as informações divulgadas pelas forças de segurança, 62 policiais e 19 manifestantes ficaram feridos durante o protesto do Dia Internacional da Mulher.

Os policiais que estão atrás das cercas que protegem o Palácio Nacional do México continuam jogando pó de extintores contra os manifestantes​

​Durante a manifestação, as ativistas fizeram uma homenagem às vítimas de feminicídio no país, escrevendo seus nomes nas cercas de proteção do Palácio Nacional. O México registrou 967 crimes de feminicídio só em 2020.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала