Sputnik V revela eficácia de 100% com 2 doses da vacina, revela estudo na Argentina

© Sputnik / Abrir o banco de imagensVacina Sputnik V produzida no Complexo Farmacêutico Karaganda
Vacina Sputnik V produzida no Complexo Farmacêutico Karaganda - Sputnik Brasil, 1920, 06.03.2021
Nos siga noTelegram
Pessoas nunca antes infectadas com o coronavírus adquiriram anticorpos com duas doses, mas para pacientes previamente infectados bastou uma dose, segundo pesquisa no país sul-americano.

Todos os pacientes com COVID-19 que receberam duas doses da vacina Sputnik V desenvolveram anticorpos específicos, relatou o Conselho Nacional de Pesquisas Científicas e Técnicas (CONICET) da Argentina, que monitorou o processo.

Além disso, "pessoas anteriormente expostas ao vírus, que demonstraram ter anticorpos antes do início da vacinação, geram uma resposta imunológica humoral rápida quando recebem uma dose da vacina Sputnik V", disse Andrea Gamarnik, pesquisadora sênior do CONICET.

Ela acrescentou que os níveis de anticorpos detectados nelas têm sido "inclusive mais altos do que os produzidos por pessoas não infectadas que receberam duas doses da vacina" em cerca de oito vezes.

"[...] Vale a pena revisar o cronograma de vacinação para aqueles indivíduos que foram previamente infectados com este vírus", uma vez que estas pessoas "podem não requerer a segunda dose", destacaram as autoridades sanitárias da Argentina.

A Sputnik V foi a primeira vacina contra COVID-19 a ser registrada no mundo, em agosto de 2020, e foi desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em parceria com o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала