Investigar Israel? Aí não pode

© Sputnik / Vitaly PodvitskyPor favor, não nos condene!
Por favor, não nos condene! - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2021
Nos siga noTelegram
Após o Tribunal Penal Internacional (TPI) anunciar investigação contra israelenses por possíveis crimes de guerra contra palestinos, Netanyahu o acusa de antissemitismo.

Em vídeo feito em seu gabinete, o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou que a decisão de investigar Israel é absurda. Além disso, o líder afirmou que a decisão teria fundo antissemita.

Enquanto isso, o TPI já disse que poderia investigar o conflito entre forças israelenses e palestinas em Gaza em 2014, quando o atual ministro da Defesa, Benny Gantz, era o chefe do Estado-Maior das Forças de Defesa de Israel, ao passo que o movimento Hamas também poderia se tornar alvo das investigações.

Recentemente, Gantz afirmou que o tribunal poderia ter centenas de israelenses em sua mira, inclusive ele próprio, mas que seu país defenderia tais cidadãos.

Da mesma forma, os EUA já se demonstraram contrários à investigação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала