EUA: navio de guerra da Alemanha está no mar do Sul da China para assegurar 'liberdade de navegação'

© Foto / Marinha dos EUA / MC3 Wade CostinUSS Russell navengando no mar do Sul da China, 17 de fevereiro de 2021
USS Russell navengando no mar do Sul da China, 17 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.03.2021
Nos siga noTelegram
Washington elogiou a passagem de uma fragata de seu parceiro da OTAN na região, contestada pela China e outros países asiáticos, dizendo ser de "interesse nacional".

A chegada de uma fragata alemã ao mar do Sul da China para uma "ordem internacional baseada em regras" é bem-vindo, disse na quarta-feira (3) uma porta-voz dos EUA.

"Os Estados Unidos têm um interesse nacional na manutenção da paz e da estabilidade, no respeito ao direito internacional, no comércio legal sem entraves, na liberdade de navegação e em outros usos legais do mar", afirmou a porta-voz sobre o navio de guerra, citada pela agência Reuters.

"Saudamos o apoio da Alemanha a uma ordem internacional baseada em regras no Indo-Pacífico. A comunidade internacional tem um interesse vital na preservação de uma ordem marítima aberta", continuou.

Por sua vez, um porta-voz da China comentou o passo afirmando que os países têm o direito de liberdade de navegação e sobrevoo sob o direito internacional, mas que "eles não podem tomar isso como uma desculpa para minar a soberania e a segurança dos países costeiros". Pequim critica regularmente a passagem de navios de guerra dos EUA na região, a interpretando como tentativas de intimidação.

Trata-se da primeira vez desde 2002 que um navio de guerra alemão atravessa o mar do Sul da China. Tanto a China como outros países asiáticos reivindicam territórios no mar.

Em fevereiro, a França, outro membro da OTAN, anunciou a passagem de um submarino de ataque nuclear e um navio de guerra seus na região como forma de assegurar liberdade de navegação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала