Relatórios dizem que 33 manifestantes foram mortos em Mianmar nesta quarta-feira (3)

© REUTERS / Stringer Manifestantes durante protesto contra o golpe militar em Rangum, Mianmar, 24 de fevereiro de 2021
Manifestantes durante protesto contra o golpe militar em Rangum, Mianmar, 24 de fevereiro de 2021  - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2021
Nos siga noTelegram
As forças de segurança de Mianmar aumentaram drasticamente a repressão aos protestos contra o golpe do mês passado, matando pelo menos 33 manifestantes nesta quarta-feira (3) em várias cidades.

As informações foram obtidas através de relatos nas redes sociais e notícias locais compiladas por um analista de dados, segundo matéria publicada pela AP.

Esse é o maior número de mortes diárias desde a tomada de controle do país em 1º de fevereiro, ultrapassando as 18 que o Escritório de Direitos Humanos da ONU disse terem sido mortas no domingo (28), e pode influenciar a comunidade internacional, que tem respondido irregularmente até agora à violência.

© REUTERS / StringerManifestantes seguram munição letal usada por forças de segurança durante protesto em Mianmar.
Relatórios dizem que 33 manifestantes foram mortos em Mianmar nesta quarta-feira (3) - Sputnik Brasil, 1920, 03.03.2021
Manifestantes seguram munição letal usada por forças de segurança durante protesto em Mianmar.

Vídeos desta quarta-feira (3) também mostraram forças de segurança disparando estilingues contra manifestantes, perseguindo-os e até espancando brutalmente uma equipe médica de uma ambulância.

O número pode ser ainda maior. A Voz Democrática da Birmânia, um serviço de notícias on-line e de televisão independente, registrou 38 mortes.

Manifestantes têm regularmente ido em massa para as ruas de cidades em todo o país, desde que os militares tomaram o poder e depuseram o governo eleito da líder Aung San Suu Kyi. Seu número permaneceu alto, mesmo com as forças de segurança disparando repetidamente gás lacrimogêneo, balas de borracha e tiros reais para dispersar a multidão, além de realizar prisões em massa de manifestantes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала