- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

'Sinceras desculpas': após críticas, prefeito de Florianópolis volta de férias no México

© Folhapress / William Anacleto/iShootPaciente curado da COVID-19 recebe alta hospitalar após três meses internado no Hospital Florianópolis, em Santa Catarina
Paciente curado da COVID-19 recebe alta hospitalar após três meses internado no Hospital Florianópolis, em Santa Catarina - Sputnik Brasil, 1920, 01.03.2021
Nos siga noTelegram
O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM), pediu "desculpas" por ter se ausentado e anunciou que estava voltando de suas férias no México, em momento em que cidade vive alta de casos de COVID-19.

Loureiro estava no México desde a semana passada. Mas, devido às críticas, ele antecipou o retorno de sua viagem nesta segunda-feira (1º).

Florianópolis passa por momento crítico, com aumento de casos do coronavírus e UTIs lotadas. Várias outras cidades de Santa Catarina e outros estados da região Sul vivem o mesmo problema. 

No domingo, por meio de redes sociais, ele reconheceu que não deveria ter saído da cidade e pediu "sinceras desculpas". 

"Quem me acompanha sabe que sempre estive e estarei na linha de frente em todos os momentos críticos da nossa cidade, sem jamais me omitir. Mesmo assim, recebo com humildade as merecidas críticas por esse episódio, as quais procurarei recompensar com total dedicação e muito trabalho", afirmou o prefeito. 

Colapso no sistema de saúde

Na última quinta-feira (25), o secretário de Saúde de Santa Catarina, André Motta, disse que o sistema de saúde do estado estava "entrando em colapso", com fila de espera por leitos de UTI de COVID-19.

Santa Catarina já identificou oito casos de variantes do coronavírus e várias cidades voltaram a impor medidas de restrição à circulação mais rígidas. 

Com a piora da situação em Florianópolis, Loureiro chegou a participar de reuniões virtuais de gerenciamento de crise. No entanto, ele mesmo admitiu que não foram suficientes. 

"Acreditei que realizando reuniões diárias com toda nossa equipe de saúde, com o governo do estado e prefeitos da região de maneira virtual poderia suprir minha ausência presencial. Na verdade isso não foi suficiente em um momento crítico", disse o prefeito. 

Cidade tem 489 mortes

Sobre as férias, ele afirmou que "precisava muito parar, mesmo que por poucos dias, e lembrar que, como todos os seres humanos, temos limites". 

Florianópolis tem 58,4 mil casos confirmados e 489 mortes pela COVID-19. No estado, são 670.606 casos e 7.358 mortes desde o início da pandemia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала