AstraZeneca vendeu sua participação na Moderna por cerca de US$ 1,3 bilhão, diz mídia

© REUTERS / COOPER NEILLFOTO DE ARQUIVO: Visão detalhada de uma caixa de vacina Moderna contra a COVID-19 em um local de vacinação no Esports Stadium Arlington & Expo Center em Arlington, Texas, EUA, 12 de fevereiro de 2021
FOTO DE ARQUIVO: Visão detalhada de uma caixa de vacina Moderna contra a COVID-19 em um local de vacinação no Esports Stadium Arlington & Expo Center em Arlington, Texas, EUA, 12 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 01.03.2021
Nos siga noTelegram
As ações da Moderna aumentaram mais de cinco vezes em valor no ano passado, após iniciar o desenvolvimento de sua vacina contra COVID-19.

A farmacêutica AstraZeneca vendeu a participação que detinha na concorrente Moderna ao longo do ano passado, mostra o último relatório anual da farmacêutica anglo-sueca, citado pela agência Reuters.

A AstraZeneca não revelou por quanto vendeu a sua participação, mas afirmou que "uma grande proporção" dos US$ 1,38 bilhão (aproximadamente R$ 7,72 bilhões) que a empresa registrou em vendas de portfólio de ações no ano passado veio da venda da Moderna.

© REUTERS / Dado RuvicTubo de testes rotulado "vacina" em frente ao logotipo da farmacêutica AstraZeneca em 9 de setembro de 2020
AstraZeneca vendeu sua participação na Moderna por cerca de US$ 1,3 bilhão, diz mídia - Sputnik Brasil, 1920, 01.03.2021
Tubo de testes rotulado "vacina" em frente ao logotipo da farmacêutica AstraZeneca em 9 de setembro de 2020

A AstraZeneca se desfez de uma participação de 7,7% na Moderna, o que tornava a farmacêutica anglo-sueca a maior investidora da empresa com sede nos EUA. A AstraZeneca investiu inicialmente na Moderna em 2013, pagando-lhe US$ 240 milhões (R$ 1,3 bilhão) e, posteriormente, aumentando sua participação ao apostar em novas tecnologias para compensar as perdas decorrentes da expiração de patentes.

As ações da Moderna aumentaram mais de cinco vezes em valor no ano passado, após iniciar o desenvolvimento de sua vacina contra COVID-19 e receber sua primeira aprovação dentro de alguns meses. Em 11 de fevereiro, a Moderna anunciou que entregaria 200 milhões de doses de sua vacina aos EUA até maio de 2021, acrescentando que a empresa assinou acordos com diversos países para o fornecimento de mais de 641 milhões de doses.

Dessa forma, a Moderna disse na semana passada que espera receber em vendas de vacinas este ano cerca de US$ 18,4 bilhões (R$ 102 bilhões), colocando-a no caminho para seu primeiro lucro desde sua fundação, em 2010.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала