Tropas dos EUA no Iraque entram em nível de alerta, diz mídia norte americana

© AP Photo / Darko BandicSoldado dos EUA em veículo blindado, em base militar no nordeste da Síria, em local não especificado (foto de arquivo)
Soldado dos EUA em veículo blindado, em base militar no nordeste da Síria, em local não especificado (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 26.02.2021
Nos siga noTelegram
Uma das principais forças-tarefa do Exército norte-americano no Iraque, a Força-Tarefa Conjunta Combinada – Operação Resolução Inerente (CJTF-OIR, na sigla em inglês), elevou o nível de ameaça para os militares que ocupam a região.

Os militares da base aérea de Balad, no Iraque, foram colocados em alerta máximo em razão de uma possível resposta aos ataques aéreos dos EUA na Síria, escreve a Fox News.

O aumento da postura de proteção da força pode durar vários dias e é considerado uma precaução de rotina. "A proteção das tropas da coalizão é a prioridade número um. Então elevar os níveis de proteção da força é sábio e prudente", disse uma fonte citada pela reportagem.

Durante o período da noite até o amanhecer, apenas movimentos essenciais serão permitidos na base. Equipamentos de proteção serão exigidos para qualquer pessoa do lado fora de edifícios reforçados, como, por exemplo, um bunker.

© AP Photo / Khalid MohammedMilitar iraquiano perto de um caça F-16 da Força Aérea do Iraque na base aérea de Balad, fevereiro de 2018
Tropas dos EUA no Iraque entram em nível de alerta, diz mídia norte americana - Sputnik Brasil, 1920, 26.02.2021
Militar iraquiano perto de um caça F-16 da Força Aérea do Iraque na base aérea de Balad, fevereiro de 2018
Vale lembrar que a base aérea de Balad foi atingida por um ataque com um foguete há uma semana e uma pessoa ficou ferida. Em janeiro, outro ataque à mesma base deixou quatro feridos.

O presidente Biden aprovou ontem (25) ataques aéreos em território sírio em resposta a esses eventos. Sete bombas guiadas a laser de 500 libras foram lançadas perto da fronteira com o Iraque, de acordo com as autoridades.

"Estamos confiantes no alvo que perseguimos depois de saber o que atingimos. Estamos confiantes de que o alvo estava sendo usado pela mesma milícia que conduziu os ataques", disse o secretário de Defesa Lloyd Austin.

Rússia critica ataque dos EUA

A Rússia condena o bombardeio aéreo na Síria e confirma sua rejeição das tentativas de tornar o território sírio em uma zona para acerto de contas geopolíticas, declarou a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.

"Condenamos decididamente tais ações. Apelamos ao respeito incondicional da soberania e integridade territorial da Síria. Confirmamos a rejeição de quaisquer tentativas de tornar o território sírio em uma arena para acerto de contas geopolíticas", disse Zakharova durante um briefing.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала