Para o Pentágono, EUA notificaram a Rússia sobre ataque aéreo de maneira adequada

© AFP 2022 / MANDEL NGAN / Abrir o banco de imagensJohn Kirby, porta-voz do Pentágono
John Kirby, porta-voz do Pentágono - Sputnik Brasil, 1920, 26.02.2021
Nos siga noTelegram
O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, afirmou que o Kremlin foi avisado apenas "quatro ou cinco minutos antes" dos ataques.

Os Estados Unidos consideram que notificaram a Rússia de maneira adequada antes de realizar os ataques aéreos na Síria nesta quinta-feira (25). Segundo o que o porta-voz do Departamento de Defesa dos EUA, John Kirby, disse nesta sexta-feira (26), a comunicação com a Rússia não comprometeu a segurança da missão.

Os comentários foram feitos em resposta às críticas do ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov. Segundo o chanceler russo, o alerta dos EUA sobre o ataque aconteceu "quatro ou cinco minutos antes" dos bombardeios.

"Faremos o que for preciso para notificar, mas também para proteger nossas forças. Neste caso, as forças aéreas que estavam realizando este ataque. Há uma questão de segurança operacional que levamos muito a sério", disse Kirby, durante uma entrevista coletiva.

Nesta sexta-feira (26), a Rússia condenou o bombardeio aéreo na Síria e confirmou sua rejeição das tentativas de tornar o território sírio em uma zona para acerto de contas geopolíticas.

Segundo o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, Moscou está monitorando atentamente a situação relacionada com o ataque aéreo norte-americano na Síria, inclusive em contato com os colegas sírios.

© REUTERS / Força Aérea dos EUACaças norte-americanos F-15
Para o Pentágono, EUA notificaram a Rússia sobre ataque aéreo de maneira adequada - Sputnik Brasil, 1920, 26.02.2021
Caças norte-americanos F-15

Nesta quinta-feira (25), os EUA realizaram um ataque aéreo com caças F-15 contra uma estrutura conectada a uma milícia apoiada pelo Irã na Síria. O bombardeio norte-americano aconteceu dias após três ataques com foguetes contra as forças dos EUA no Iraque, em 15 de fevereiro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала