Homem é suspeito de espionar o parlamento alemão para a inteligência russa, dizem promotores

© AFP 2022 / Adam BerryParlamento alemão Bundestag em Berlin, Alemanha (foto de arquivo)
Parlamento alemão Bundestag em Berlin, Alemanha (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2021
Nos siga noTelegram
O suspeito teria coletado dados secretos do prédio do parlamento alemão e repassado os documentos a um agente da inteligência russa ligado à embaixada russa em Berlim.

Promotores alemães disseram nesta quinta-feira (24) que entraram com uma acusação de espionagem contra um homem que teria repassado planos da Bundestag, o parlamento alemão, em Berlim, para os serviços secretos russos, em um novo caso que pode inflamar ainda mais as tensões entre Berlim e Moscou, informa a agência AFP.

O suspeito, um cidadão alemão nomeado apenas como Jens F., trabalhava para uma empresa que foi repetidamente contratada pela Bundestag para realizar verificações regulares no equipamento elétrico nas instalações do parlamento. "Nesse contexto, o réu teve acesso a arquivos com as plantas" com detalhes das propriedades parlamentares, disseram os promotores federais, citados pela mídia.

Jens F. é acusado de passar esses documentos a um agente do Departamento Central de Inteligência da Rússia (GRU, na sigla em russo) em algum momento entre julho e setembro de 2017, usando um pen-drive. "Ele […] enviou a um funcionário da embaixada russa em Berlim, que trabalha principalmente para o serviço secreto militar russo GRU", disseram os promotores.

Homem é suspeito de espionar o parlamento alemão para a inteligência russa, dizem promotores - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2021
Bundestag

As acusações contra o homem foram apresentadas em 12 de fevereiro, mas apenas divulgadas nesta quinta-feira (24). Os promotores não forneceram mais informações ou evidências, nem um possível motivo para o suposto crime.

De acordo com o Código Penal da Alemanha, trabalhar como agente de um serviço de inteligência estrangeiro acarreta pena de prisão por um período não superior a cinco anos e/ou multa, e "em casos especialmente graves", prisão por um período de um a dez anos. As autoridades russas não comentaram as acusações.

Tensões Alemanha-Rússia

O caso do espião surge em um momento delicado entre Moscou e Berlim, que protestou contra a prisão do crítico do Kremlin, Aleksei Navalny, logo após ele retornar à Rússia, depois de meses de convalescença na Alemanha após ter sido supostamente envenenamento pela substância do grupo Novichok, no ano passado. O Kremlin nega qualquer envolvimento.

Relatos de espionagem podem fortalecer os oponentes do projeto Nord Stream 2 (Corrente Norte 2), que prevê a construção de duas linhas de um gasoduto com uma capacidade total de 55 bilhões de metros cúbicos de gás por ano da costa russa através do mar Báltico até a Alemanha. Críticos, incluindo os EUA, dizem que o projeto aumenta a dependência da Alemanha da energia de um parceiro não confiável e potencialmente hostil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала