Guatemala é o 3º país da América Central a registrar vacina russa Sputnik V, afirma RFPI

© Sputnik / Vladimir Trefilov / Abrir o banco de imagensSeringas com o logotipo da Sputnik V ao fundo
Seringas com o logotipo da Sputnik V ao fundo - Sputnik Brasil, 1920, 25.02.2021
Nos siga noTelegram
O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) afirmou que a Guatemala se tornou o 3º país da América Central a registrar a vacina russa contra COVID-19, Sputnik V, desenvolvida pelo Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.

"O RFPI anuncia o registro da vacina russa Sputnik V contra o coronavírus pelo Ministério da Saúde da República da Guatemala. O registro da vacina é realizado no âmbito do procedimento para autorização de uso emergencial", anunciou o fundo.

Com isso, a Guatemala é o 37º país a aprovar a utilização da vacina Sputnik V, que figura entre as três vacinas contra a COVID-19 com mais aprovações de reguladores governamentais em todo o mundo.

"A Guatemala se tornou o terceiro país da América Central a registrar a vacina Sputnik V. A segura e eficaz vacina russa é reconhecida pelo mundo inteiro e é um dos instrumentos-chave na luta contra a pandemia", declarou Kirill Dmitriev, diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos.

Até agora, a Sputnik V foi aprovada na Rússia, Argentina, Bolívia, Sérvia, Argélia, Palestina, Venezuela, Paraguai, Turcomenistão, Hungria, Emirados Árabes Unidos, Irã, Tunísia, Armênia, México, Nicarágua, Líbano, Paquistão, Mongólia, Egito, Síria, Honduras, Bahrein e outros países.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала