Invasão de escala bíblica: Quênia lida com enxames de gafanhotos

Nos siga noTelegram
O país africano sofre a maior invasão de gafanhotos em 70 anos, provocada por ciclones na Somália e Etiópia, bem como chuvas no próprio Quênia.

O Quênia foi atingido pela pior invasão de gafanhotos nos últimos 70 anos, levando à maior ameaça de fome no Leste de África.

Toda a região do Chifre da África está atravessando a maior ameaça à segurança alimentar nos últimos 25 anos, provocada no Quênia, por chuva inesperada e imprevisível no norte do país que favoreceu a propagação dos insetos, bem como por um ciclone na Somália e Etiópia.

"Na pior das hipóteses", a invasão pode se tornar uma praga. Já há 19 milhões de pessoas no Leste da África com insegurança alimentar, e os insetos podem devorar o equivalente a metade de alimento consumido pela França se não forem contidos rapidamente, informou a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, na sigla em inglês) em um comunicado.

Por causa disso, a FAO elevou a situação ao mais alto nível de desastre, e propôs um plano de seis meses para gastar US$ 70 milhões (cerca de R$ 380,9 milhões) para conter os enxames de gafanhotos na região.

© REUTERS / Baz RatnerEnxame de gafanhotos do deserto voando perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
Enxame de gafanhotos do deserto voando perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 31 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil
1/12
Enxame de gafanhotos do deserto voando perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerHomem tenta afastar enxame de gafanhotos do deserto de uma fazenda, perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Homem tenta afastar enxame de gafanhotos do deserto de uma fazenda, perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
2/12
Homem tenta afastar enxame de gafanhotos do deserto de uma fazenda, perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGafanhoto pousado na camisa de um homem perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021.
Gafanhoto pousado na camisa de um homem perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
3/12
Gafanhoto pousado na camisa de um homem perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGafanhotos do deserto voam junto de um antílope perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
Gafanhotos do deserto voam junto de um antílope perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil
4/12
Gafanhotos do deserto voam junto de um antílope perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGafanhotos do deserto descansam em galhos de árvores perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
Gafanhotos do deserto descansam em galhos de árvores perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil
5/12
Gafanhotos do deserto descansam em galhos de árvores perto da cidade de Nanyuki, Quênia, 31 de janeiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGalinha se alimenta de gafanhotos do deserto esmagados em uma fazenda perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021.
Galinha se alimenta de gafanhotos do deserto esmagados em uma fazenda perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
6/12
Galinha se alimenta de gafanhotos do deserto esmagados em uma fazenda perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 3 de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGafanhotos do deserto capturados durante colheita dentro de um saco perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Gafanhotos do deserto capturados durante colheita dentro de um saco perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
7/12
Gafanhotos do deserto capturados durante colheita dentro de um saco perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerHomem andando de motocicleta passando por enxame de gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Homem andando de motocicleta passando por enxame de gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
8/12
Homem andando de motocicleta passando por enxame de gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGerente de laboratório segura prato contendo gafanhotos do deserto terrestre no laboratório Spectralab, em Nairóbi, Quênia, 16 de fevereiro de 2021.
Gerente de laboratório segura prato contendo gafanhotos do deserto terrestre no laboratório Spectralab, em Nairóbi, Quênia, 16 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
9/12
Gerente de laboratório segura prato contendo gafanhotos do deserto terrestre no laboratório Spectralab, em Nairóbi, Quênia, 16 de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerCriança tenta afugentar enxame de gafanhotos do deserto em Naiperere, Quênia, 30 de janeiro de 2021.
Criança tenta afugentar enxame de gafanhotos do deserto em Naiperere, Quênia, 30 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil
10/12
Criança tenta afugentar enxame de gafanhotos do deserto em Naiperere, Quênia, 30 de janeiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerGafanhotos do deserto voam perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Gafanhotos do deserto voam perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
11/12
Gafanhotos do deserto voam perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
© REUTERS / Baz RatnerHomem colhe gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Homem colhe gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil
12/12
Homem colhe gafanhotos do deserto perto da cidade de Rumuruti, Quênia, 1º de fevereiro de 2021.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала