- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Cláusulas de contrato serão apresentadas à população, diz Bolsonaro sobre vacina da Pfizer

© Folhapress / Diego Gurgel/iShootO presidente Jair Bolsonaro visita o município de Sena Madureira, no Acre, para ver a situação das áreas atingidas pela enchente.
O presidente Jair Bolsonaro visita o município de Sena Madureira, no Acre, para ver a situação das áreas atingidas pela enchente. - Sputnik Brasil, 1920, 24.02.2021
Nos siga noTelegram
O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (24) que vai mostrar à população todas as cláusulas do contrato caso o governo federal assine contrato de compra da vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela farmacêutica Pfizer.

Bolsonaro ainda falou em um possível veto a uma solução que permitiria o uso desse imunizante no país. As informações foram publicadas pelo jornal Folha de S.Paulo.

"É uma coisa de extrema responsabilidade de quem por ventura no Brasil tiver que dar a palavra final, ou presidente, ou parlamento derrubando o veto, ou STF. Agora, todas as cláusulas serão mostradas à população para que na ponta da linha, cada um saiba o que está sendo aplicado", afirmou Bolsonaro.

O presidente visitou as áreas afetadas pela enchente que atingiu Rio Branco, capital do Acre. A vacina da Pfizer é o único imunizante a ter o uso definitivo aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, o Ministério da Saúde tem demonstrado insatisfação quanto ao contrato proposto pela farmacêutica e ainda não comprou doses da vacina.

O laboratório norte-americano exige, por exemplo, imunidade em relação a potenciais efeitos adversos da vacina e só aceita ser processado em tribunal nos Estados Unidos.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que a negociação com a Pfizer se arrasta há seis meses e que o laboratório tem "jogado duro" com o governo.

"Eles não afrouxaram uma vírgula", afirmou o ministro.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала