Índia assina série de acordos na área da Defesa com governo maldivo na tentativa de conter a China

© Foto / ESA/NASA - L.ParmitanoIlhas Maldivas vistas da Estação Espacial Internacional
Ilhas Maldivas vistas da Estação Espacial Internacional - Sputnik Brasil, 1920, 22.02.2021
Nos siga noTelegram
A Índia assinou uma série de acordos na área da Defesa com o novo governo de Ibrahim Solih das Maldivas, em um esforço para conter a China.

Nova Deli apoiará a nação insular do oceano Índico em projetos relacionados com sua infraestrutura, como contraponto à ação da China, que incluiu as Maldivas na sua iniciativa conhecida como Nova Rota da Seda (em inglês: Belt and Road Initiative).

A Índia reiterou o seu compromisso com a segurança das Maldivas, assinando um acordo sobre uma linha de crédito de US$ 50 milhões (cerca de R$ 269 milhões) na área da Defesa com Malé, de modo a melhorar as capacidades marítimas da ilha estratégica.

Reunião cordial com a ministra da Defesa, Mariya Didi. Houve uma conversa útil sobre nossa cooperação em matéria de defesa. A Índia será sempre um parceiro de segurança confiável para as Maldivas.

S. Jaishankar, ministro das Relações Exteriores da Índia, declarou que os dois países também assinaram o acordo do projeto portuário Uthuru Thila Falhu Harbour que "fortalecerá a capacidade da Guarda Costeira das Maldivas e facilitará os esforços da Assistência Humanitária e Alívio de Desastres (HARD, na sigla em inglês)". Afinal, "parceiros no desenvolvimento, parceiros na segurança", acrescentou.

A ministra da Defesa das Maldivas, por sua vez, confirmou que a cooperação no campo da Defesa sempre foi um elemento-chave nas relações próximas entre a Índia e as Maldivas.

Foi uma grande honra para o Ministério da Defesa receber Sua Excelência S. Jaishankar. Desde tempos imemoriais que a cooperação na Defesa tem sido um elemento-chave na relação fraterna que existe entre a Índia e as Maldivas. O porto e estaleiro da Guarda Costeira em SIFAVARU será outro marco significativo.

Em agosto de 2020, a Índia anunciou um pacote financeiro de US$ 500 milhões (aproximadamente R$ 2,7 bilhões) para financiar o Projeto de Conectividade da Grande Malé.

"Este é o primeiro dos oito grandes projetos de infraestruturas implementado conjuntamente pelas Maldivas e pela Índia a ser adjudicado", lê-se na declaração conjunta emitida pelos dois países no domingo (21).

Por seu lado, a China estaria fazendo ativamente lobby para este projeto, particularmente pela importância estratégica das Maldivas na região do oceano Índico, onde Pequim tem tentado aumentar sua presença.

De acordo com a pesquisa da Gateway House da Índia, a China investiu mais de US$ 1 bilhão (R$ 5,4 bilhões) em múltiplos projetos de habitação, uma usina elétrica, uma ponte, estações de tratamento de água e esgotos das Maldivas, mas a maioria destes projetos foi assinada sob o então presidente Abdulla Yameen, que perdeu as eleições em 2018 para Ibrahim Solih.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала