Embaixada russa nos EUA recebe constantes pedidos para obtenção da vacina Sputnik V, diz embaixador

© Sputnik / Aleksei KudenkoAgente da Saúde segura caixa da vacina Sputnik V, em ponto de vacinação na Praça Vermelha, Moscou, Rússia, 18 de janeiro de 2021
Agente da Saúde segura caixa da vacina Sputnik V, em ponto de vacinação na Praça Vermelha, Moscou, Rússia, 18 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2021
Nos siga noTelegram
A embaixada da Rússia em Washington tem recebido numerosos pedidos de pessoas sobre a possibilidade de serem vacinadas com a vacina russa Sputnik V, conta o embaixador russo nos EUA, Anatoly Antonov.

"Você não tem ideia de quantas chamadas telefônicas nos chegam com pedidos", comentou Antonov ao canal Soloviev Live no YouTube.

O embaixador russo sublinhou que existem entre cinco e sete milhões de russos vivendo nos EUA. No entanto, Antonov acrescentou que os embaixadores de países do espaço pós-soviético nos EUA também já lhe pediram para que ele considerasse a entrega de doses da vacina Sputnik V para as suas missões, caso a embaixada as encomende para os seus funcionários.

"Além disso, estou recebendo telefonemas de meus colegas de países do espaço pós-soviético que me dizem 'não se esqueça de nós [...] nós gostaríamos de usar a vacina russa'", explicou o diplomata.
© Sputnik / Yevgeny OdinokovMoscovita recebe dose da vacina Sputnik V em ponto de vacinação instalado na Ópera Helikon, Moscou, Rússia, 20 de janeiro de 2021
Embaixada russa nos EUA recebe constantes pedidos para obtenção da vacina Sputnik V, diz embaixador - Sputnik Brasil, 1920, 21.02.2021
Moscovita recebe dose da vacina Sputnik V em ponto de vacinação instalado na Ópera Helikon, Moscou, Rússia, 20 de janeiro de 2021

Após a publicação dos resultados da terceira etapa de testes clínicos da Sputnik V na revista médica The Lancet, na qual o medicamento mostrou uma eficácia de 91.6% contra a COVID-19, a vacina russa está começando a ser encarada de forma mais positiva no mundo ocidental.

Até agora, a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) apenas aprovou o uso emergencial das vacinas Pfizer/BioNTech e Moderna.

Contudo, o diretor-geral do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo), Kirill Dmitriev, afirmou no sábado (20) que a adição dos componentes da vacina Sputnik V às outras vacinas mencionadas ajudaria a lutar mais eficazmente contra as mutações do coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала