Israel concorda em vacinar 100 mil trabalhadores palestinos contra a COVID-19, diz ministério

Palestina - Sputnik Brasil, 1920, 19.02.2021
Nos siga noTelegram
Nesta sexta-feira (19), Israel concordou em vacinar 100 mil trabalhadores palestinos contra COVID-19, disse o Ministério da Saúde da Autoridade Palestina.

A decisão foi anunciada pelo Ministério da Saúde da Autoridade Palestina através de um comunicado.

"Hoje, na cidade de Ramallah, foi realizada uma reunião entre representantes dos ministérios da Saúde da Palestina e de Israel, um acordo foi alcançado sobre a vacinação de 100 mil trabalhadores palestinos que trabalham em Israel", diz o documento.

O ministério também pediu a Israel que reconheça as carteiras de vacinação contra a COVID-19 dos palestinos. Além disso, os lados concordaram em cooperar para limitar a disseminação de novas variantes do SARS-CoV-2.

A vacinação na Palestina segue motivo de polêmica devido à recusa de Israel, até então, em vacinar os palestinos, gerando um imbróglio diplomático e acusações de violação de tratados internacionais, o que as autoridades israelenses negam. Recentemente, Israel liberou um pequeno lote de cinco mil doses de imunizantes para Ramallah, mas posteriormente também impediu a entrada de vacinas na Faixa de Gaza.

Na quinta-feira (19), Israel anunciou que vacinaria 120 mil trabalhadores palestinos com vacinas da Moderna, que não estão sendo utilizadas no país, conforme publicou o jornal israelense Jerusalem Post.

© REUTERS / Corinna KernFuncionários de saúde trabalham em centro de vacinação temporário em Tel Aviv, Israel, 16 de fevereiro de 2021
Israel concorda em vacinar 100 mil trabalhadores palestinos contra a COVID-19, diz ministério - Sputnik Brasil, 1920, 19.02.2021
Funcionários de saúde trabalham em centro de vacinação temporário em Tel Aviv, Israel, 16 de fevereiro de 2021

Por outro lado, a campanha de vacinação em Israel está progredindo em um ritmo mais rápido do que no resto do mundo. Mais de sete milhões de israelenses receberam pelo menos a primeira dose da vacina e mais de 2,5 milhões foram totalmente vacinados contra a COVID-19 até agora, conforme os dados do site Our World in Data.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, Israel tem 744.513 casos confirmados de COVID-19 e 5.526 mortes. Já a Palestina tem 171.154 casos da doença e 1.956 óbitos causados pelo novo coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала