Rússia sobre manobras dos EUA no mar Negro: parece que estão ansiosos por encontrar um inimigo

© REUTERS / Yoruk IsikUSS Porter (DDG 78), destróier de mísseis guiados da Marinha dos EUA, navega no Bósforo a caminho do mar Negro, em Istambul, Turquia, 28 de janeiro de 2021
USS Porter (DDG 78), destróier de mísseis guiados da Marinha dos EUA, navega no Bósforo a caminho do mar Negro, em Istambul, Turquia, 28 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 18.02.2021
Nos siga noTelegram
Os exercícios norte-americanos no mar Negro, perto das fronteiras russas, "ameaçam a paz e a estabilidade", mas os EUA não ganham nada com isso, afirmou a porta-voz do MRE da Rússia.

As manobras dos EUA no mar Negro ameaçam a paz e a estabilidade, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores russo, Maria Zakharova.

"Fica a impressão de que a Sexta Frota americana no mar Negro está ansiosa por encontrar um inimigo, mas eles fazem isso em vão", advertiu Zakharova em um briefing à imprensa em Moscou, Rússia.

​A Marinha dos EUA opera rotineiramente no mar Negro para tranquilizar os aliados e parceiros da OTAN, e garantir a segurança e estabilidade na região. Hoje [31 de janeiro], USS Donald Cook operando em águas internacionais no mar Negro, enquanto um Su-24 russo passa baixo nas proximidades.

Segundo a porta-voz, os exercícios perto das fronteiras da Rússia têm uma orientação antirrussa e "ameaçam a paz e a estabilidade".

A Rússia tem criticado frequentemente os exercícios e presença militares no mar Negro por parte da OTAN. Em 10 de fevereiro, o destróier de mísseis guiados USS Donald Cook, bem como outros, realizou exercícios conjuntos dos EUA e Turquia no mar Negro.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала