Casa Branca promete ajuda dos EUA para impedir surtos de ebola na África

© AP Photo / Jerome DelayEnfermeiro vacina bebê contra o vírus ebola em Beni, na República Democrática do Congo
Enfermeiro vacina bebê contra o vírus ebola em Beni, na República Democrática do Congo - Sputnik Brasil, 1920, 16.02.2021
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos farão tudo a seu alcance para impedir o ressurgimento de surtos de ebola em países da África, afirmou a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, em comunicado nesta terça-feira (16).
"O governo de Joe Biden fará tudo a seu alcance para fornecer a liderança dos EUA para impedir esses surtos, trabalhando com os governos afetados, a Organização Mundial da Saúde, a União Africana e os Centros Africanos para Controle e Prevenção de Doenças, e Estados vizinhos", disse Psaki.

Guiné e República Democrática do Congo detectaram novos casos de Ebola na semana passada, quase três meses desde que o 11º surto foi declarado derrotado.

Psaki disse que o presidente Joe Biden foi informado sobre a situação na África Central e Ocidental, e "suas orações estão com as famílias dos que morreram".

​O Conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan, falou com os embaixadores de Guiné, República Democrática do Congo, Serra Leoa e Libéria para transmitir "a vontade de trabalhar em estreita colaboração com os governos dos países afetados e países vizinhos cujos cidadãos estariam em risco por causa do atual surto da doença".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала