'Excessiva e inaceitável': França critica dependência da UE da tecnologia asiática

© AP Photo / Sebastian GollnowMotor de carro elétrico em fábrica na Alemanha. O paládio é usado na produção de carros que emitem menos gases causadores do efeito estufa
Motor de carro elétrico em fábrica na Alemanha. O paládio é usado na produção de carros que emitem menos gases causadores do efeito estufa - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2021
Nos siga noTelegram
Ministro francês teme que a dependência da Europa de componentes eletrônicos da Ásia esteja tornando a União Europeia "vulnerável" em setores como a fabricação de automóveis.

O ministro da Economia e das Finanças da França, Bruno Le Maire, pediu nesta segunda-feira (15) um novo plano de componentes eletrônicos para reduzir a dependência europeia de fornecedores asiáticos.

A dependência "excessiva e inaceitável" da Europa de componentes eletrônicos da Ásia está tornando a União Europeia (UE) "vulnerável" em setores como a fabricação de automóveis, lamentou Le Maire em declarações aos repórteres após uma conversa com o comissário europeu para o Mercado Interno, Thierry Breton, informa a agência Reuters.

Le Maire também levantou preocupações sobre os planos de aquisições por empresas estrangeiras de empresas da UE no setor eletrônico.

© AP Photo / Kamil ZihniogluMinistro da Economia da França Bruno Le Maire em conferência de imprensa
'Excessiva e inaceitável': França critica dependência da UE da tecnologia asiática - Sputnik Brasil, 1920, 15.02.2021
Ministro da Economia da França Bruno Le Maire em conferência de imprensa

Em dezembro, a gigante taiwanesa de semicondutores GlobalWafers anunciou a compra da fornecedora alemã de pastilhas de silício Siltronic, mas o negócio ainda está em revisão pelas autoridades de concorrência e não deve ser concluído até o segundo semestre de 2021.

"Acreditamos ser essencial reforçar a estratégia industrial europeia com os objetivos de reter as capacidades industriais da Europa, desenvolvendo-as em um futuro próximo e garantindo a independência estratégica da Europa", disse o ministro francês.

Le Maire também exortou a UE a adotar "a partir deste ano" um novo plano para ajudar a indústria eletrônica da Europa a recuperar sua independência dos gigantes asiáticos, sinalizando que "a França já identificou 18 projetos" que seriam "elegíveis" para uma sociedade mista.

O ministro francês também destacou a necessidade de a UE definir seu próprio plano de lançadores espaciais até junho, já que Bruxelas está buscando solidificar uma estratégia espacial independente para competir com a tecnologia norte-americana e chinesa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала