Vacina de Oxford/AstraZeneca contra COVID-19 será testada em crianças e adolescentes

© AP Photo / Andre PennerFuncionário da saúde recebe vacina de Oxford contra a COVID-19 em São Paulo
Funcionário da saúde recebe vacina de Oxford contra a COVID-19 em São Paulo - Sputnik Brasil, 1920, 13.02.2021
Nos siga noTelegram
A Universidade de Oxford anunciou nesta sexta-feira (12) que a vacina produzida pela instituição em parceria com a farmacêutica AstraZeneca será testada a partir de agora também em crianças e adolescentes, de idades entre seis e 17 anos.

Segundo um comunicado publicado no site da universidade, o ensaio clínico de fase 2 contará com 300 voluntários, sendo que 240 deles vão receber o imunizante contra a COVID-19 e os 60 restantes, uma vacina controle, que será a de meningite.

Os testes, que começam já nesse mês, serão os primeiros a incluir essa faixa etária.

"Embora a maioria das crianças não seja relativamente afetada pelo coronavírus e seja improvável que adoeça com a infecção, é importante estabelecer a segurança e a resposta imunológica à vacina em crianças e jovens", afirma Andrew Pollard, pesquisador-chefe do ensaio da vacina de Oxford.

​Rinn Song, pediatra e cientista no Grupo de Vacinas de Oxford, disse que apesar da resistência das crianças e jovens ao novo coronavírus, o grupo também foi afetado pela pandemia.

"A pandemia da COVID-19 teve um impacto negativo profundo na educação, no desenvolvimento social e no bem-estar emocional de crianças e adolescentes, além da doença e apresentações raras de doenças graves. Portanto, é importante coletar dados sobre a segurança e de resposta imune também nessas faixas etárias, para que elas possam se beneficiar no futuro", completou.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала