20 israelenses são suspeitos de desenvolver secretamente drones suicidas para nação asiática (VÍDEO)

Soldados das FDI na área de Hebron - Sputnik Brasil, 1920, 12.02.2021
Nos siga noTelegram
Pelo menos 20 indivíduos de nacionalidade israelense, alguns da indústria de Defesa, foram detidos como parte de investigação de venda de armas ilegal para um país asiático não especificado, segundo autoridades de Israel.

Shin Bet, serviço de segurança interna de Israel, informou na quinta-feira (11) que os suspeitos desenvolveram, testaram (em algumas zonas de Israel), manufaturaram, e venderam munições a uma nação asiática, cuja identidade ainda é desconhecida. Entre as munições comercializadas estariam drones suicidas ou kamikazes, uma espécie de arma que vigia uma localidade, só atacando quando o alvo é detectado.

Um vídeo publicado pela Polícia de Israel mostra os suspeitos testando um pequeno projétil aéreo que se assemelha a um drone.

A investigação descobriu que a nação asiática, com a qual os suspeitos estariam comercializando tais armas, não é hostil com Israel. No entanto, as autoridades israelenses se preocupam que a tecnologia possa vir a parar nas mãos de "países hostis com Israel".

Por enquanto, os suspeitos ainda não foram formalmente condenados, sendo ainda incerto se o grupo desenvolveu com sucesso armas para o país asiático em causa. Oficiais israelenses não revelaram mais detalhes, apenas afirmando que a investigação continua em curso.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала