- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

TCU pede que Manaus responda em 10 dias se foi pressionada a usar cloroquina

© Folhapress / Cláudio Reis/FramePhotoEduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, faz pronunciamento à imprensa.
Eduardo Pazuello, ex-ministro da Saúde, faz pronunciamento à imprensa. - Sputnik Brasil, 1920, 08.02.2021
Nos siga noTelegram
O Tribunal de Contas da União (TCU) deu um prazo de dez dias para a Secretaria de Saúde de Manaus responder se foi pressionada pelo Ministério da Saúde a tratar pacientes com COVID-19 com os remédios cloroquina, hidroxicloroquina e ivermectina.

A decisão foi tomada pelo ministro do TCU, Benjamin Zymler.

"Informe se houve algum tipo de pressão por parte dos membros da força-tarefa do Ministério da Saúde quando da visita feita no dia 11/1/2021, para que essa unidade de saúde difundisse a utilização de medicamentos como cloroquina, hidroxicloroquina e/ou ivermectina no tratamento precoce dos pacientes com COVID-19 nesse município", escreveu.

Os três remédios são ineficazes para o combate à doença, de acordo com estudos científicos realizados no Brasil e no exterior. As informações foram publicadas pelo portal G1.

Zymler faz menção a uma visita de uma força-tarefa do Ministério da Saúde a Manaus, no início de janeiro, quando a cidade já registrava disparada nos casos de hospitalizações causadas pelo novo coronavírus.

O ministro tomou a decisão com base em pedido do Ministério Público de Contas. Zymler, no entanto, argumentou que, até o momento, não há comprovação de que o ministério esteja obrigando o uso dos medicamentos sem eficácia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала