EUA aumentarão limite de admissão de refugiados para 125 mil

© REUTERS / Jonathan ErnstJoe Biden assina ordem executiva durante seu primeiro dia na presidência dos EUA, em Washigton, EUA, 21 de janeiro de 2021
Joe Biden assina ordem executiva durante seu primeiro dia na presidência dos EUA, em Washigton, EUA, 21 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 04.02.2021
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Joe Biden, discursou nesta quinta-feira (4), anunciando as principais diretrizes da política externa da nova administração norte-americana.

De acordo com Biden, os Estados Unidos aumentarão o limite de admissão de refugiados para 125 mil por ano.

"Hoje vou aprovar uma ordem executiva que dará início ao árduo trabalho de reconstrução de nosso programa de recepção de refugiados para atender à necessidade sem precedentes desse programa em escala global", disse Biden em seu discurso de abertura sobre política externa no Departamento de Estado.

"Esta ordem executiva nos permitirá mais uma vez aumentar as admissões de refugiados para 125.000 no primeiro ano fiscal do governo", acrescentou Joe Biden.

Na administração do ex-presidente Donald Trump, a política de admissão de refugiados dos EUA foi drasticamente reduzida, estabelecendo um limite de 15 mil pessoas para 2021. Além disso, na prática, os refugiados praticamente deixaram de ser aceitos devido à pandemia do coronavírus.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала