SpaceX lança 143 satélites ao espaço em um único foguete e bate recorde (VÍDEOS, FOTOS)

© SpaceX através da APSatélite TESS da NASA com foguete portador da Space X, Falcon 9, sendo lançados da Flórida, em 16 de abril de 2018
Satélite TESS da NASA com foguete portador da Space X, Falcon 9, sendo lançados da Flórida, em 16 de abril de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um foguete modelo Falcon 9, da SpaceX, levou 143 satélites até a órbita terrestre neste domingo (24).

A SpaceX, do empresário bilionário Elon Musk, fez uma exibição do seu arsenal tecnológico neste domingo (25) para imprensa internacional. A Falcon 9 (uma homenagem do magnata para a Millennium Falcon, do filme Star Wars) bateu o recorde mundial de satélites lançados em uma única decolagem.

Segundo o site de transmissões on-line da empresa, dez espaçonaves lançadas eram satélites de comunicações Starlink, projeto de comunicações de Internet da SpaceX com o objetivo de fornecer conexão sem fio em qualquer ponto geográfico da Terra. Os satélites Starlink a bordo desta missão "foram os primeiros na constelação a implantar em uma órbita polar", diz o comunicado da empresa.

A bordo deste lançamento também estavam 133 espaçonaves comerciais e governamentais (incluindo CubeSats, microsats e veículos de transferência orbital). 

Lançamento!

O recorde anterior do maior número de satélites enviados ao espaço em uma mesma viagem era do PSLV, um foguete indiano que transportou 104 satélites em um lançamento em 2017.

Falcon 9 lança 143 espaçonaves em órbita - a maior já implantada em uma única missão - completando a primeira missão dedicada do SmallSat Rideshare Program da SpaceX.

A missão, denominada Transporter-1, tornou-se o primeiro programa desenvolvido para fornecer lançamentos de satélites para empresas interessadas. Vale lembrar que a NASA já utilizou a Falcon 9 em projetos de exploração espacial.

A Transporter-1 foi a primeira missão do novo programa de lançamentos compartilhados que a SpaceX anunciou em 2019. A empresa disse, na época, que vai programar decolagens regulares do Falcon 9 para transportar grandes lotes de pequenos satélites, os "smallsats", ao invés de "se concentrar em uma grande carga primária".

Uma fantástica vista do primeiro estágio do SpaceX Falcon 9 tocando em uma das naves drones da empresa. Crédito: SpaceX.

Geralmente, quando satélites maiores têm espaço extra em seus foguetes, pequenos satélites são lançados como cargas úteis secundárias, mas esse lançamento de rideshare foi diferente. A SpaceX planeja realizar lançamentos semelhantes a cada quatro meses.

De acordo com relatos da mídia, o custo de lançamento de um satélite pesando 200 quilos é de aproximadamente US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,4 milhões). Para cada quilograma adicional, as transportadoras espaciais cobram mais US$ 5.000 (cerca de R$ 27 mil).

Da plataforma: Falcon 9 lança 143 espaçonaves para orbitar na primeira missão de compartilhamento de veículos dedicada da SpaceX, o Transporter-1.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала