Pesquisa: 63% dos norte-americanos culpam Trump pela invasão ao Capitólio

© Sputnik / Kevin C. Downs / Abrir o banco de imagensO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (7) revelou que 63% dos norte-americanos culpa o presidente Donald Trump pela invasão ao Capitólio dos Estados Unidos nesta quarta-feira (6).
"A pesquisa, conduzida de quarta-feira (6) à noite a quinta-feira (7) de manhã, mostra que 63% dos respondentes acreditam que Trump é pelo menos 'um pouco' responsável pelos eventos que levaram ao caos no Capitólio. Aproximadamente metade dos entrevistados, 49%, dizem que Trump é 'muito responsável'", disse um relatório da empresa Morning, que conduziu a pesquisa para o veículo norte-americano Politico.

Os invasores foram vistos pela maioria dos respondentes (70%) como partidários do presidente Donald Trump. Além disso, 59% dos entrevistados disseram que os manifestantes desta quarta-feira (6) deveriam ser considerados terroristas domésticos.

Segundo a Morning, 1.986 pessoas foram ouvidas para a pesquisa, que tem uma margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

© REUTERS / Stephanie Keith Apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobem pelas paredes do Capitólio dos EUA durante o protesto contra a certificação dos resultados das eleições presidenciais de 2020 pelo Congresso, Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021
Pesquisa: 63% dos norte-americanos culpam Trump pela invasão ao Capitólio - Sputnik Brasil
Apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobem pelas paredes do Capitólio dos EUA durante o protesto contra a certificação dos resultados das eleições presidenciais de 2020 pelo Congresso, Washington, EUA, 6 de janeiro de 2021

Invasão ao Capitólio

Nesta quarta-feira (6), os congressistas dos EUA foram obrigados a evacuar os prédios do Capitólio durante a invasão ao Congresso feita por apoiadores de Trump. O episódio resultou em quatro pessoas mortas, incluindo uma veterana da Força Aérea, de acordo com relatos da mídia. Os manifestantes tentaram impedir a certificação da vitória presidente eleito Joe Biden.

Mais cedo, Trump havia encorajado os manifestantes durante um comício, perto da Casa Branca. Em vídeo publicado mais de uma hora após a invasão, o presidente norte-americano disse que "entende a dor" dos manifestantes e que a vitória nas eleições "foi roubada" deles, mas que era necessário que eles fossem para casa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала