Na Baviera, inoculação contra COVID-19 é suspensa após problemas de refrigeração da vacina da Pfizer

© AP Photo / Valentin BianchiLogotipo da farmacêutica Pfizer (imagem referencial).
Logotipo da farmacêutica Pfizer (imagem referencial). - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Neste domingo (27), a vacinação contra COVID-19 foi suspensa em nove distritos da Baviera, Alemanha, devido a problemas na refrigeração durante a entrega de vacinas da Pfizer.

A vacina deve ser armazenada em temperaturas extremamente baixas para manter a estabilidade das proteínas que geram a resposta imunológica, devendo ser utilizada apenas alguns dias após seu descongelamento.

Os distritos alemães decidiram suspender a vacinação depois de descobrir inconsistências nos registros de temperatura durante o transporte.

A vacina da Pfizer deve ser mantida a temperaturas inferiores a -70 ºC antes de ser enviada aos centros de distribuição.

© REUTERS / Yves HermanEm Purs, na Bélgica, um caminhão refrigerado deixa um fábrica da Pfizer, em 3 de dezembro de 2020
Na Baviera, inoculação contra COVID-19 é suspensa após problemas de refrigeração da vacina da Pfizer - Sputnik Brasil
Em Purs, na Bélgica, um caminhão refrigerado deixa um fábrica da Pfizer, em 3 de dezembro de 2020

Após o descongelamento, a vacina pode ser conservada a temperaturas de dois a oito graus por cinco dias. Além disso, uma vez descongelada, a vacina não pode ser congelada novamente.

A maioria dos estados alemães receberam dez mil dozes da vacina, ou 150.000 doses para todo o país. Um total de 1,3 milhão de doses devem ser entregues até o final do ano.

O início da imunização marca um momento de esperança para uma região que inclui alguns dos primeiros e mais afetados países pelo vírus no mundo — Itália e Espanha — e outros como a República Tcheca, que foram poupados no início, mas depois viram seus sistemas de saúde perto do ponto de colapso.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала