Marinha dos EUA reativará a Frota do Atlântico para conter a Rússia na costa leste

© AP Photo / Especialista em comunicação de 3ª classe J. M. TolbertPorta-aviões norte-americano Harry S. Truman no golfo de Omã (foto de arquivo)
Porta-aviões norte-americano Harry S. Truman no golfo de Omã (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário da Marinha dos EUA, Kenneth Braithwaite, disse nesta quarta-feira (2) que o Comando das Forças da Frota será transformado em Frota Atlântica dos EUA para combater as alegadas incursões russas na costa leste do país norte-americano.

A entidade militar dos EUA planeja regressar à época quando a Marinha estava totalmente focada nas operações marítimas no Atlântico Norte, em vez de se concentrar na guerra global contra o terrorismo, disse Braithwaite em uma audiência no Senado.

"A Frota do Atlântico confrontará a Marinha da Rússia, que é mais assertiva e tem sido implantada cada vez mais perto da nossa costa leste, possuindo uma elaborada capacidade de presença marítima e letalidade", afirmou secretário da Marinha dos EUA.

As atuais 2ª e 4ª Frotas ficarão sob o Comando da Frota do Atlântico, acrescentou, escreve portal USNI News.

© Foto / Serviço de imprensa do Ministério da Defesa da RússiaSubmarino nuclear Severodvinsk da Frota do Norte da Rússia
Marinha dos EUA reativará a Frota do Atlântico para conter a Rússia na costa leste - Sputnik Brasil
Submarino nuclear Severodvinsk da Frota do Norte da Rússia

No início do ano, Andrew Lewis, vice-almirante da Marinha americana, havia advertido que a costa leste dos EUA não era mais segura em meio à atividade submarina russa no Atlântico.

No entanto, apesar destas preocupações, foi dito que os navios russos operavam legalmente e não entraram nas águas territoriais dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала