- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil tem 261 mortes em 24h e chega a quase 173 mil óbitos por COVID-19

© Folhapress / Lalo de Almeida Sepultadores e parentes carregam caixão com vitima da COVID-19 no cemitério da Vila Formosa, na zona leste de Sao Paulo
 Sepultadores e parentes carregam caixão com vitima da COVID-19 no cemitério da Vila Formosa, na zona leste de Sao Paulo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
No domingo (29), o Brasil registrou mais 261 mortes por COVID-19 e chegou a um total de 172.848 óbitos causados pela doença.

Conforme os dados do consórcio de veículos de imprensa, com informações das secretarias estaduais de saúde, o Brasil chegou a uma média móvel diária de mortes de 522 óbitos. A média representa uma variação positiva de 6% em relação às duas últimas semanas e aponta uma tendência de estabilidade.

Já os casos confirmados da COVID-19 ao longo do domingo (29) foram 23.496, fazendo com que o total de casos registrados no Brasil chegasse a 6.313.656. Com isso, a média móvel de casos diários registrados no país chegou a 34.748, uma variação positiva de mais de 21% em relação às duas últimas semanas. Esse aumento representa uma tendência de alta no número de casos no Brasil.

© REUTERS / RICARDO MORAESUm homem caminha ao lado de um grafite retratando um limpador em equipamento de proteção espalhando vírus com o rosto do presidente Jair Bolsonaro, em meio ao surto da doença coronavírus (COVID-19), no Rio de Janeiro, Brasil, 7 de outubro de 2020
Brasil tem 261 mortes em 24h e chega a quase 173 mil óbitos por COVID-19 - Sputnik Brasil
Um homem caminha ao lado de um grafite retratando um limpador em equipamento de proteção espalhando vírus com o rosto do presidente Jair Bolsonaro, em meio ao surto da doença coronavírus (COVID-19), no Rio de Janeiro, Brasil, 7 de outubro de 2020

Santa Catarina, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Acre, Amazonas, Rondônia, Ceará e Sergipe registraram uma tendência de alta na média de mortes.

Já Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Distrito Federal, Pará, Bahia, Maranhão, Paraíba e Pernambuco registraram uma tendência de estabilidade.

Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amapá, Roraima, Tocantins, Alagoas, Piauí e Rio Grande do Norte foram os estados que registraram queda na média móvel de mortes.

Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o Brasil é o segundo país com mais mortes registradas por COVID-19 no mundo, atrás apenas dos Estados Unidos, que registram mais de 13,3 milhões de casos e se aproximam das 267 mil mortes causadas pela doença.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала