Recontagem é concluída em Wisconsin e confirma triunfo de Biden sobre Trump

© AP Photo / Wong Maye-EFuncionários do sistema eleitoral de Wisconsin contam cédulas de eleitores ausentes, em Kenosha, Wisconsin, EUA, 3 de novembro de 2020
Funcionários do sistema eleitoral de Wisconsin contam cédulas de eleitores ausentes, em Kenosha, Wisconsin, EUA, 3 de novembro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Wisconsin, estado do centro-norte dos Estados Unidos, terminou neste domingo (29) a recontagem de votos das eleições presidenciais, revelando uma pequena diferença em relação aos resultados preliminares.

O condado de Dane, que inclui a capital estadual Madison, reportou apenas uma pequena mudança no número total de votos, de forma parecida aos resultados preliminares da recontagem no condado de Milwaukee. Trump ganhou 45 votos em Dane, segundo a publicação Milwaukee Journal Sentinel.

Biden, por sua vez, aumentou seu total de votos em 87 e conquistou a vitória no estado por uma margem de 20.695 votos, em um universo de aproximadamente três milhões de eleitores. Sua vantagem nos condados de Milwaukee e Dane é de dois para um.

"Como dissemos antes, a recontagem apenas serviu para reafirmar a vitória de Joe Biden em Wisconsin", disse Danielle Melfi, que liderou a campanha do candidato democrata em Wisconsin, em um comunicado para a Associated Press.

O próximo movimento de Trump em Wisconsin deverá ser agora nos tribunais. Segundo a AP, os oficiais de sua campanha ainda não comentaram o anúncio da recontagem.

A campanha do presidente, contudo, terá que agir rápido. Na próxima terça-feira (1º) expira o prazo para certificar os votos no estado, o que será realizado pelo representante democrata da Comissão Eleitoral de Wisconsin, que é bipartidária.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала