Médico russo conta como pode decorrer COVID-19 após vacinação

© Folhapress / Adriana Toffetti / A7 PressVacinação contra COVID-19 no bairro de Perus, zona norte de São Paulo em outubro de 2020
Vacinação contra COVID-19 no bairro de Perus, zona norte de São Paulo em outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Infecção com coronavírus logo após vacinação é possível, no entanto, a doença se desenvolverá na forma leve e sem complicações, contou o diretor científico do Instituto Central de Epidemiologia da Rússia Aleksandr Gorelov.

"Pessoas que receberam a vacina podem ficar infectadas, mas terão a doença de maneira diferente, tal como em qualquer outra vacinação. Não existe uma proteção absoluta, mas a infecção dos vacinados decorre de maneira mais leve e sem complicações. É o fator principal", comentou ele, citado pela Sputnik.

Particularmente, um paciente vacinado não terá nenhumas complicações como pneumonia, danos no coração, nos rins ou reação retardada. Além do mais, após vacinação deve se continuar usando máscaras, porque elas reduzem consideravelmente o risco de infecção, adicionou o diretor.

"O principal fator de infecção é o não cumprimento do distanciamento social, se uma pessoa receber uma dose grande do vírus, qualquer imunidade pode não conseguir aguentar, por isso, máscaras [...] são necessárias sem dúvida nenhuma, para proteção própria e das pessoas ao redor", contou o epidemiologista.

Anteriormente, a Sputnik informou que a Organização Mundial da Saúde contou sobre as prováveis cadeias de transmissão da COVID-19 ao ser humano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала