Trump autoriza seu governo a iniciar transição para Joe Biden

© AP Photo / Evan VucciEm West Palm Beach, no estado norte-americano da Flórida, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com a imprensa após depositar seu voto para as eleições presidenciais, em 24 de outubro de 2020
Em West Palm Beach, no estado norte-americano da Flórida, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fala com a imprensa após depositar seu voto para as eleições presidenciais, em 24 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Administração de Serviços Gerais (GSA, na sigla em inglês), agência encarregada de autorizar o início do processo de transição nos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira (23) à equipe do presidente eleito Joe Biden que a transição pode começar oficialmente.

A informação foi publicada pelo próprio presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, no Twitter. Trump recomenda que seja "feito o que precisa ser feito" em relação "aos protocolos iniciais" da transição para o governo de Joe Biden.

​Eu quero agradecer a Emily Murphy na GSA [Administração de Serviços Gerais] por sua firme dedicação e lealdade a nosso país. Ela foi assediada, ameaçada e abusada – e eu não quero ver isso acontecendo com ela, sua família ou funcionários da GSA. Nosso caso continua fortemente, vamos manter a boa [...] luta, e acredito que vamos vencer! No entanto, no melhor interesse de nosso país, estou recomendando que Emily e sua equipe façam o que for necessário em relação aos protocolos iniciais, e disse a minha equipe para fazer o mesmo.

Emily Murphy, chefe da GSA, enviou uma carta para Joe Biden informando sobre a decisão do órgão.

"Eu levo esta função a sério e, por causa das questões recentes envolvendo desafios legais e certificações de resultados eleitorais, estou enviando esta carta hoje para disponibilizar esses recursos e serviços a vocês", escreveu, citada pela CNN.

Yohannes Abraham, diretor-executivo da transição de Biden, disse que o início da transição foi um "passo necessário para começar a responder aos desafios que nosso país enfrenta, incluindo manter a pandemia sob controle e nossa economia de volta aos trilhos".

Nesta segunda-feira (23), o estado norte-americano de Michigan confirmou a vitória eleitoral de Joe Biden. Com a vitória, o candidato democrata garante os 16 delegados do colégio eleitoral do estado.

A vitória de Biden foi confirmada após votação do comitê eleitoral de Michigan, que é composto por dois democratas e dois republicanos, e terminou em três votos a zero, com uma abstenção.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала