Patriarca dos ortodoxos sérvios morre de COVID-19 após funeral de bispo atingido pela mesma doença

© REUTERS . STEVO VASILJEVICO patriarca Irinej, da Igreja Ortodoxa Sérvia, lidera o funeral do bispo Radovic em Podgorica, Montenegro
O patriarca Irinej, da Igreja Ortodoxa Sérvia, lidera o funeral do bispo Radovic em Podgorica, Montenegro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Ele comandou velório com caixão aberto de sacerdote em igreja lotada onde nenhum religioso usou máscara e pessoas beijavam mãos e rosto do falecido.

O chefe da Igreja Ortodoxa Sérvia, o patriarca Irinej, morreu em um hospital de Belgrado, capital da Sérvia, na sexta-feira (20) após ter contraído o coronavírus de acordo com uma declaração da igreja, informou a rede de TV a cabo CNN.

Irinej, de 90 anos, liderou um serviço fúnebre a céu aberto para o clérigo principal da igreja em Montenegro, Amfilohije Radovic, em 1º de novembro. Três dias depois, Irinej foi internado após o teste positivo para a COVID-19.

O corpo de Amfilohije havia sido exposto em um caixão aberto durante o culto antes de ser enterrado na cripta da igreja em Podgorica, Montenegro. Uma grande multidão se reuniu em frente à igreja lotada com apenas alguns dos participantes dentro do edifício usando revestimentos faciais.

O vídeo do culto mostrou as carpideiras beijando as mãos e a testa do clérigo falecido, como é costume. Nenhum dos sacerdotes, incluindo Irinej, que realizou a liturgia, usou máscaras.

Na sexta-feira (20), o presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, confirmou a morte de Irinej, colocando uma foto dele no Instagram com a legenda:

"Fiquei honrado em conhecê-lo. Pessoas como você nunca partem".

Uma declaração anterior da Igreja Ortodoxa Sérvia informou que ele foi entubado após sua condição ter se deteriorado na quinta-feira (19).

Nascido Miroslav Gavrilovic em 27 de agosto de 1930, Irinej foi entronizado como o líder espiritual dos sérvios ortodoxos orientais em 2010.

O Ministério da Saúde da Sérvia informou na quinta-feira que 104.097 pessoas foram infectadas pelo coronavírus desde o início da pandemia, com 1.110 mortes.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала