EUA incluem empresas sediadas na Rússia à lista de sanções contra Coreia do Norte

© AP Photo / Jacquelyn MartinDepartamento do Tesouro dos EUA em Washington
Departamento do Tesouro dos EUA em Washington - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos incluíram nesta quinta-feira (19) uma construtora russa e uma empresa norte-coreana que opera na Rússia na lista de sanções relacionadas à Coreia do Norte.

A lista de sanções, divulgada nesta quinta-feira (19) pelo Departamento do Tesouro, incluiu a empresa Chkolsan LLC, que possui filial em Moscou, e a Mokran LLC, de São Petersburgo.

"A ação de hoje tem como alvo duas entidades, Mokran LLC, uma empresa de construção russa, e a Korea Cholsan General Trading Corporation, uma empresa norte-coreana que opera na Rússia, por terem participado, facilitado ou sido responsáveis pela exportação de trabalho forçado da Coreia do Norte, incluindo a exportação para gerar receita para o governo da Coreia do Norte ou para o Partido dos Trabalhadores da Coreia", diz o comunicado.

Como resultado das sanções, pessoas físicas e jurídicas norte-americanas serão proibidas de negociar com essas empresas.

© AP Photo / Susan WalshPresidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019
EUA incluem empresas sediadas na Rússia à lista de sanções contra Coreia do Norte - Sputnik Brasil
Presidente dos EUA Donald Trump e líder norte-coreano Kim Jong-un durante encontro na linha demilitarizada, 30 de junho de 2019

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, se encontraram em 2018 durante uma cúpula histórica em Singapura, quando assinaram um acordo segundo o qual Pyongyang abandonaria suas armas nucleares. No entanto, a segunda cúpula, realizada no início de 2019 no Vietnã, terminou sem sucesso.

Embora os EUA e a Coreia do Norte tenham feito várias tentativas nos últimos dois anos para chegar a um acordo, as negociações entre os dois países foram paralisadas no ano passado. Washington se recusou a suspender as sanções contra Pyongyang e reduzir sua presença militar na Coreia do Sul, enquanto Pyongyang não interrompeu os seus testes de mísseis.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала