Problemas socioeconômicos atraem jovens russos para tráfico de drogas, diz conselheiro de Segurança

© Sputnik / Sergei Guneev / Abrir o banco de imagensNikolai Patrushev durante um encontro com Vladimir Putin. Foto de arquivo
Nikolai Patrushev durante um encontro com Vladimir Putin. Foto de arquivo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário do Conselho de Segurança da Rússia, Nikolai Patrushev, disse nesta segunda-feira (16) que, como resultado de certos problemas socioeconômicos, os jovens russos estão sendo atraídos para o negócio das drogas.
"Certos problemas socioeconômicos, incluindo aqueles relacionados à epidemia do novo coronavírus, criam condições para o envolvimento de nossos jovens no mundo do crime", declarou Patrushev a jornalistas em uma coletiva de imprensa.

O chefe do Conselho de Segurança também destacou o papel crescente das criptomoedas e o aumento da produção de drogas sintéticas.

© Receita Federal / DivulgaçãoCarga de drogas apreendida em Santos e que se destinava à Europa
Problemas socioeconômicos atraem jovens russos para tráfico de drogas, diz conselheiro de Segurança - Sputnik Brasil
Carga de drogas apreendida em Santos e que se destinava à Europa

Segundo Patrushev, o uso de drogas tornou-se uma ameaça para toda a humanidade.

"Ao mesmo tempo, certos estados tentam legalizar o consumo e a distribuição de drogas em violação às convenções internacionais", observou o conselheiro de Segurança.

O Conselho de Segurança adotou em uma sessão nesta segunda-feira (16) um projeto de estratégia para a política antidrogas do estado até 2030, disse Patrushev, acrescentando que o documento seria apresentado em breve ao presidente russo.

O novo plano envolve uma maior colaboração entre as agências policiais e serviços especiais da Rússia, autoridades locais antidrogas e instituições médicas. Pela primeira vez, o governo federal planeja engajar as autoridades locais na prevenção do uso de drogas.

"O plano é concentrar esforços das autoridades na melhoria do controle estatal do narcotráfico e do sistema de alerta precoce ao consumo de drogas, bem como na diminuição do número de dependentes químicos, diminuição do número de crimes relacionados às drogas e melhoria da cooperação internacional antidrogas", explicou Patrushev.

O plano anterior de estratégia antidrogas da Rússia já tinha dez anos e expira ainda neste ano de 2020.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала