Mídia dos EUA avalia instalação de laser no MiG-35 russo: completaria capacidades já existentes

Nos siga noTelegram
Military Wacth Magazine considera o caça MiG-35 uma das melhores aeronaves militares na Rússia, com armas laser expandindo suas capacidades.

Apesar de ter sido comissionado na Força Aeroespacial da Rússia em junho de 2019, novas capacidades do caça médio MiG-35 de geração 4++ continuam sendo detalhadas. Como afirma o especialista, devido a que as Forças Armadas da Rússia têm mais interesse em aeronaves pesadas, o MiG-35 é destinado sobretudo para exportação.

Para testes, o MiG-35 teria sido recentemente equipado com sistema de armas laser, o qual pode ser integrado no avião no futuro, além de seus canhões, bombas guiadas e mísseis ar-ar. O propósito das armas laser seria "ofuscar" sensores e neutralizar a eletrônica de aeronaves adversárias.

"Uma arma laser completaria as capacidades de alta tecnologia já existentes no MiG-35, tais como inteligência artificial, motores de impulso vetorial tridimensional e acesso a uma larga variedade de mísseis hipersônicos", adicionou o autor do artigo.

A Rússia também integrou armas laser no caça Su-57, embora eles sejam defensivos e destinados a ofuscar mísseis disparados contra ele. Espera-se que o MiG-35 alcance grande sucesso na exportação, especialmente a países que operam seu predecessor MiG-29.

Entre os benefícios do MiG-35 pode se nomear metade do custo operacional e manutenção mais fácil, o que torna seu custo mais eficiente e leve a menor investimento em longo prazo. O caça é o primeiro dos armamentos russos que integrou um radar AESA no nariz, disponibilizando em muitos casos um conhecimento da situação comparável e até superior ao de aeronaves mais pesadas com um radar maior, como Su-27, graças às vantagens das tecnologias AESA, que também são mais difíceis de obstruir.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала