Diálogo sobre a Líbia é paralisado sem nomeação de governo transitório

© AFP 2022 / MAHMUD TURKIA Cidadãos líbios agitam bandeiras nacionais da Líbia durante a demonstração em comemoração ao 64 aniversário de independência do país, Tripoli, Líbia, 25 de dezembro de 2015
Cidadãos líbios agitam bandeiras nacionais da Líbia durante a demonstração em comemoração ao 64 aniversário de independência do país, Tripoli, Líbia, 25 de dezembro de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Fórum de Diálogo Político sobre a Líbia foi paralisado neste domingo (15) sem que as partes envolvidas conseguissem nomear um novo governo para gerir a transição até as eleições marcadas para o ano que vem.

Os 75 participantes escolhidos pelas Nações Unidas para o encontro desta semana na capital da Tunísia já tinham concordado em realizar eleições presidenciais e parlamentares em dezembro do ano que vem.

As conversas, contudo, terminaram sem um acordo para estabelecer uma autoridade executiva unificada, que a representante especial interina do Secretário-Geral da ONU para a Líbia, Stephanie Williams, disse ser necessária para gerenciar o país até as eleições.

"Dez anos de conflito não podem ser resolvidos em uma semana", disse Williams em uma coletiva de imprensa ao término das conversas.

Os delegados retomarão o diálogo de forma virtual na próxima semana para discutir a estrutura e o papel da autoridade executiva, e também abordarão a questão de uma base constitucional para as eleições.

O Fórum de Diálogo Político sobre a Líbia é parte de um processo de paz abrangente que inclui um cessar-fogo militar entre as duas partes principais em conflito: o Governo de Acordo Nacional (GNA, na sigla em inglês), criado em 2015 após as conversações mediadas pela ONU, e o Exército Nacional Líbio (LNA, na sigla em inglês), comandado pelo marechal Khalifa Haftar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала