- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 10 de novembro

© Sputnik / Ministry of Defence of the Russian Federation  / Abrir o banco de imagensSoldados da missão de paz russa embarcam em aeronave Il-76 rumo à região de Nagorno-Karabakh, Voronezh, Rússia, 10 de novembro de 2020
Soldados da missão de paz russa embarcam em aeronave Il-76 rumo à região de Nagorno-Karabakh, Voronezh, Rússia, 10 de novembro de 2020  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Bom dia! A Sputnik Brasil acompanha as notícias mais relevantes desta terça-feira (10), na qual a Rússia envia missão de paz para Nagorno-Karabakh, Ministério das Relações Exteriores da China questiona interrupção dos testes com a vacina CorovaVac e EUA impõe novas sanções contra a Síria.

Chancelaria chinesa questiona interrupção dos testes com a vacina CorovaVac

Nesta terça-feira (10), o Ministério das Relações Exteriores da China confirmou que o "evento adverso grave" relatado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não está relacionado à vacina CoronaVac. De acordo com o porta-voz do ministério, Wang Wenbin, a empresa Beijing Kexing Biological já providenciou informações sobre o ocorrido. Na segunda-feira (9), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou ter pedido esclarecimentos à Anvisa, sobre a interrupção dos testes com a vacina CoronaVac, produzida pelo instituto em parceria com a empresa chinesa Sinovac. De acordo com Covas, existe apenas um óbito registrado entre voluntários dos testes da vacina, e que este não estaria relacionado com o imunizante, informou o portal G1. O governo de São Paulo declarou que "lamenta ter sido informado pela imprensa e não diretamente pela Anvisa" sobre a interrupção dos testes com a vacina.

© REUTERS / Amanda PerobelliGovernador do estado de São Paulo, João Dória (à esquerda) e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, seguram dose da vacina chinesa CoronaVac, São Paulo, 9 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 10 de novembro  - Sputnik Brasil
Governador do estado de São Paulo, João Dória (à esquerda) e o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, seguram dose da vacina chinesa CoronaVac, São Paulo, 9 de novembro de 2020

Quatro estados brasileiros não divulgam número de óbitos por COVID-19

Sem os dados dos estados do Amapá, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, o Brasil registrou mais 264 mortes e 15.211 novos casos de COVID-19, informou consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa. São Paulo não divulga boletim diário sobre a COVID-19 desde 6 de novembro, enquanto o Amapá encontra-se em dificuldades em função do apagão no estado. Minas Gerais e Rio de Janeiro divulgaram os números de casos, mas não os de óbitos registrados nas últimas 24 horas. Ao todo, o Brasil registra 162.638 óbitos e 5.675.766 diagnósticos de COVID-19.

© AP Photo / Silvia IzquierdoPaciente curado chora durante sessão de terapia para sobreviventes da COVID-19, Rio de Janeiro, 9 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 10 de novembro  - Sputnik Brasil
Paciente curado chora durante sessão de terapia para sobreviventes da COVID-19, Rio de Janeiro, 9 de novembro de 2020

Rússia envia missão de paz para Nagorno-Karabakh após cessar-fogo

Nesta terça-feira (10), a Rússia envia missão de paz à região contestada de Nagorno-Karabakh, após cessar-fogo entre Armênia e Azerbaijão, mediado pelo presidente russo Vladimir Putin, entrar em vigor à 00h00 do horário de Moscou, 18h00 do horário de Brasília de segunda-feira (9). O acordo foi selado após o Azerbaijão consolidar vitórias no campo de batalha, como a alegada conquista da cidade de Shusha. Putin declarou que Armênia e Azerbaijão manterão a posse das áreas que atualmente controlam e que a missão de paz russa será mobilizada na linha de contato entre as partes, garantindo a manutenção de um corredor que conectará Nagorno-Karabakh ao território armênio. Leia mais sobre o acordo

  • As primeiras quatro aeronaves Il-76 com soldados da missão de paz russa estão a caminho da região contestada de Nagorno-Karabakh, informou o Ministério da Defesa da Rússia em nota. "Os soldados da missão de paz, veículos, blindados e materiais estão a bordo". Anteriormente, o Ministério da Defesa russo afirmou que cerca de 1.960 soldados e 90 blindados seriam enviados à região para garantir o cessar-fogo entre Armênia e Azerbaijão.

Trump demite secretário de Defesa pelo Twitter

Na segunda-feira (9), o presidente dos EUA, Donald Trump, demitiu seu secretário de Defesa, Mark Esper, via postagem em rede social. "Esper foi demitido. Gostaria de agradecê-lo por seu serviço", escreveu Trump. Assuntos domésticos geraram divergências entre Esper e Trump, após o presidente dos EUA sugerir mobilizar as Forças Armadas para conter protestos contra violência policial. Em julho, Esper declarou publicamente sua oposição à medida. Christopher Miller, que atuava como diretor do Centro Nacional de Contraterrorismo, assumirá a chefia do Pentágono "imediatamente", informou Trump.

© REUTERS / Jim Urquhart Apoiador do presidente dos EUA, Donald Trump, durante ato intitulado "Pare com a roubalheira", em Phoenix, Arizona (EUA), 8 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 10 de novembro  - Sputnik Brasil
Apoiador do presidente dos EUA, Donald Trump, durante ato intitulado "Pare com a roubalheira", em Phoenix, Arizona (EUA), 8 de novembro de 2020

Congresso peruano aprova destituição do presidente por 'incapacidade moral'

Na segunda-feira (9), o Congresso do Peru destituiu o presidente, Martín Vizcarra, por "incapacidade moral". A votação do segundo processo de impeachment contra Vizcarra foi aprovada por 105 votos a 19. O presidente é acusado de receber propina de construtoras enquanto cumpria mandato de governador, em 2014. "Saio com a consciência tranquila", declarou Vizcarra, que conta com alto níveis de popularidade em seu país. O líder do Congresso peruano, Manuel Marino, deve assumir a presidência até o fim do atual mandato, em julho de 2021. 

© REUTERS / Sebastian CastanedaManifestantes durante ato contra o impeachment do presidente peruano, Martín Vizcarra, em Lima, Peru, 9 de novembro de 2020
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 10 de novembro  - Sputnik Brasil
Manifestantes durante ato contra o impeachment do presidente peruano, Martín Vizcarra, em Lima, Peru, 9 de novembro de 2020

EUA impõem novas sanções contra a Síria

Nesta terça-feira (10), os EUA impuseram novas sanções contra o Ministério do Petróleo e Minerais e a Força de Defesa Nacional da Síria, informou o site do Departamento do Tesouro norte-americano. A nova lista de sanções inclui empresas relacionadas à exploração e refino de petróleo, à construção militar e produção de medicamentos. Seis cidadãos sírios e dois libaneses foram sancionados pessoalmente, entre eles o chefe da inteligência da Força Aérea Síria, general Ghassan Jodat Ismail, e os parlamentares Nabil Toumeh e Amer Taysir Khiti.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала