Em Haia, ex-presidente do Kosovo se declara inocente das acusações de crimes de guerra

© AP Photo / Visar KryeziuHashim Thaci - o presidente do Kosovo
Hashim Thaci - o presidente do Kosovo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ex-presidente do Kosovo, Hashim Thaci, compareceu nesta segunda-feira (9) em audiência na Corte Internacional de Justiça de Haia e se declarou inocente de todas as acusações de crimes de guerra que pesam sobre ele.

"Meritíssimo, a acusação é totalmente infundada e eu me declaro inocente", disse Thaci perante o juiz, conforme informou a Reuters. Perguntado pelo magistrado que conduziu a audiência se ele tinha entendido as acusações lidas, o ex-presidente kosovar afirmou: "Sim, entendi. Eu as ouvi hoje, li e não concordo com nenhuma delas."

Thaci, de 52 anos, liderou a luta contra as forças militares da Sérvia entre os anos de 1998 e 1999 como comandante do Exército de Libertação do Kosovo. Ele é acusado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.
© AP Photo / Visar KryeziuHashim Thaci, o comandante do Exército de Libertação do Kosovo (ELK), considerado por muitos países, inclusive a Sérvia, como terrorista. Foto de arquivo de 1999.
Em Haia, ex-presidente do Kosovo se declara inocente das acusações de crimes de guerra - Sputnik Brasil
Hashim Thaci, o comandante do Exército de Libertação do Kosovo (ELK), considerado por muitos países, inclusive a Sérvia, como terrorista. Foto de arquivo de 1999.

No dia 5 de novembro, Thaci renunciou à presidência do Kosovo para se apresentar na Corte de Haia e em declaração à imprensa, publicada no Facebook, afirmou:

"Para defender a integridade do Kosovo e com todo o respeito à comunidade internacional, renuncio hoje [5] ao posto de presidente. Tenho muito orgulho da responsabilidade que me foi confiada. Nestas novas condições, conclamo as forças políticas a serem cautelosas e a não caírem em uma crise institucional."
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала