- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Amazon faz maior expansão no Brasil desde 2012 com 3 novos centros logísticos

© REUTERS / Gabriela MelloDiretor da Amazon Brasil, Alex Szapiro, em meio à uma entrevista à agência Reuters
Diretor da Amazon Brasil, Alex Szapiro, em meio à uma entrevista à agência Reuters - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A quantidade de cidades brasileiras atendidas pela gigante do comércio eletrônico aumentará em mais de 25%, ocasionando criação de 1.500 empregos diretos, com a empresa "surfando na onda" do boom eletrônico em meio à COVID-19.

A gigante de tecnologia norte-americana Amazon abriu três centros de logística no Brasil para aproveitar o boom do e-commerce em meio à pandemia da COVID-19, relata a agência Reuters.

Novos centros foram abertos em Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Brasília. As instalações, que totalizam 75.000 metros quadrados, são a maior expansão da empresa no país desde 2012, com chances de gerar 1.500 novos empregos diretos.

"O Brasil é o país com o crescimento mais rápido das assinaturas do Amazon Prime", disse Alex Szapiro, diretor-executivo da Amazon Brasil à Reuters, referindo-se ao programa de fidelidade da empresa, que foi lançado no Brasil em setembro de 2019.

Nos últimos meses, em meio às medidas restritivas realizadas no Brasil em resposta à disseminação do novo coronavírus, milhares de empresas brasileiras migraram e expandiram suas operações on-line para enfrentar a crise econômica, que permanece em curso, apesar de alguma reabertura desde então.

Com esta expansão, o número de cidades no Brasil em que clientes do Amazon Prime poderão receber encomendas em um espaço de dois dias úteis aumentou de 400 para mais de 500 cidades, informa a Reuters.

Além da Amazon, outras empresas, tais como Via Varejo, GPA e Magazine Luiza estão comprando startups logísticas no Brasil para aproveitar a onda de comércio eletrônico.

Além disso, o Mercado Livre, líder de comércio eletrônico na América Latina, anunciou um crescimento da sua receita líquida na região de quase 150% no terceiro trimestre. O mercado brasileiro representa mais da metade do total de negócios da empresa, que obteve o dobro do lucro durante esse período.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала