'A luta por Shusha continua', afirma o primeiro-ministro da Armênia

© Sputnik / Viktor Tolochko / Abrir o banco de imagensPremiê armênio Nikol Pashinyan (foto de arquivo)
Premiê armênio Nikol Pashinyan (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O primeiro-ministro da Armênia Nikol Pashinyan afirmou nesta segunda-feira (9) que os combates pelo controle da cidade de Shusha, em Nagorno-Karabakh, seguem em curso. 

Pashinyan usou o Facebook para anunciar que "a luta por Shushi continua", empregando o nome armênio dado à cidade. 

A declaração de Pashinyan foi feita horas depois de o porta-voz do presidente da república não reconhecida de Nagorno-Karabakh, Vagram Pogosyan, ter admitido (também pelo Facebook) que a cidade de Shusha está completamente fora de controle das forças da república. Especula-se, no entanto, que a página de Pogosyan poderia ter sido hackeada, segundo a AFP.

No último domingo (8), o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, anunciou que suas forças haviam tomado Shusha, que fica a cerca de 15 quilômetros de Stepanakert e na estrada principal para a Armênia.

© Sputnik / Assessoria de imprensa do presidente do Azerbaijão / Abrir o banco de imagensIlham Aliev, presidente do Azerbaijão, durante reunião em torno da guerra de Nagorno-Karabakh
'A luta por Shusha continua', afirma o primeiro-ministro da Armênia - Sputnik Brasil
Ilham Aliev, presidente do Azerbaijão, durante reunião em torno da guerra de Nagorno-Karabakh

Desde 27 de setembro, a disputa pela região de Nagorno-Karabakh entre armênios e azeris se acirrou.

Como resultado, perdas humanas e materiais são reportadas por ambos os lados.

Apesar do anúncio de dois regimes de cessar-fogo, a violência continua, com ambos os lados acusando-se mutuamente de violarem o cessar-fogo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала