Descoberto anfíbio com língua 'balística' de 99 milhões de anos (VÍDEO)

© Sputnik / Igor ZaremboRestos de miriápode, espécie de centopeia, fossilizada em âmbar, coleção do Museu do Ambar em Kaliningrado (imagem referencial)
Restos de miriápode, espécie de centopeia, fossilizada em âmbar, coleção do Museu do Ambar em Kaliningrado (imagem referencial) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pesquisadores descobrem que animal que acreditavam ser um camaleão dentro de âmbar é um anfíbio com características peculiares de uma nova espécie e gênero.

O animal foi descoberto dentro de um âmbar achado em Mianmar em 2016. De princípio, os cientistas acreditaram que o animal se tratava de um camaleão.

No entanto, nesta sexta-feira (6) investigadores da Universidade Estadual Sam Houston, EUA, publicaram um comunicado revelador.

Após analisar diversos fósseis da mesma região onde o âmbar foi encontrado, os cientistas concluíram que o espécime jovem pertencia à família de animais pouco pesquisada Albanerpetontidae, que viveu durante 165 milhões de anos e desapareceu dois milhões de anos atrás. O fóssil em questão teve sua idade calculada em 99 milhões de anos.

Embora tenha garras, escamas e cauda parecidas com as dos lagartos, os Albanerpetontidae não eram répteis, mas anfíbios com origem distinta das rãs e salamandras atuais.

Além disso, usando computação gráfica, um vídeo publicado no canal do Museu da Flórida no YouTube mostra a língua "balística" do animal.

Tal órgão era usado pelo gênero, que foi chamado de Yaksha perettii, para capturar suas presas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала