Método inovador é usado nos EUA para achar e se infiltrar em ninho de vespas 'assassinas'

© AP Photo / Elaine ThompsonPesquisadores realizam operação de remoção de vespas em árvore
Pesquisadores realizam operação de remoção de vespas em árvore - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O ninho de insetos invasores foi localizado após capturar uma vespa viva e equipá-la com um dispositivo de rastreamento.

O Departamento de Agricultura do Estado de Washington (WSDA, na sigla em inglês) anunciou na semana passada a destruição com êxito do primeiro ninho de vespas "assassinas" localizado nos EUA.

A operação foi realizada com a ajuda de especialistas do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês) e com o uso de um método "de vanguarda" comunicado em 29 de outubro.

O WSDA planejava capturar uma vespa viva e nela colocar um dispositivo de sinais de rádio, liberar o inseto e, desta forma, rastrear o ninho, porém "enfrentou muitos obstáculos", como dificuldades ao tentar instalar o dispositivo sem ferir o inseto, assim como assegurar um sinal forte o bastante e que a bateria tivesse longa duração.

Estes problemas foram resolvidos graças à cooperação com especialistas do Serviço de Inspeção Sanitária de Animais e Plantas do USDA, que previamente usaram essa mesma técnica para rastrear os movimentos de moscas.

© AP Photo / Elaine ThompsonEspecialistas do Departamento de Agricultura do Estado de Washington (WSDA, na sigla em inglês) envolvem árvore com plástico para aspirar vespas
Método inovador é usado nos EUA para achar e se infiltrar em ninho de vespas 'assassinas' - Sputnik Brasil
Especialistas do Departamento de Agricultura do Estado de Washington (WSDA, na sigla em inglês) envolvem árvore com plástico para aspirar vespas

O método permitiu localizar o ninho em uma árvore morta perto da localidade de Blaine. Dois dias depois, o entomologista-gerente do WSDA, Sven-Erik Spichiger, e sua equipe com um especialista do USDA "fecharam o ninho com espuma, envolveram a árvore em plástico e aspiraram as vespas". Para completar a erradicação, injetaram dióxido de carbono na árvore para matar qualquer vespa gigante restante", detalha o comunicado.

"Estou bastante confiante de que enquanto pudermos obter vespas vivas, poderemos segui-las de volta, e isto, de fato, nos dá uma grande ferramenta no programa de erradicação geral", afirmou Spichiger. A destruição com sucesso do ninho não colocou fim à operação e os especialistas buscam agora outros ninhos semelhantes que possam existir no estado.

Com uma envergadura de sete centímetros e um potente ferrão venenoso, a vespa gigante asiática é a maior espécie do tipo no mundo. Vários destes insetos podem devastar uma colmeia inteira de abelhas em questão de horas, decapitando centenas de abelhas antes de tomar a colmeia como própria.

Nos EUA, a vespa gigante asiática é considerada uma praga invasora e, se conseguir se estabelecer no estado norte-americano, o WSDA adverte que vão ocorrer grandes "impactos negativos no meio ambiente, na economia e na saúde pública".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала