Homem de 70 anos é resgatado após terremoto na Turquia (FOTOS, VÍDEO)

© REUTERS / MURAD SEZEROperações de resgate após o terremoto que sacudiu o mar Egeu, no litoral da província de Izmir, na Turquia
Operações de resgate após o terremoto que sacudiu o mar Egeu, no litoral da província de Izmir, na Turquia  - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As equipes de resgate da Turquia conseguiram retirar com vida neste domingo (1º) um homem de 70 anos que estava preso nos escombros de um edifício colapsado, cerca de 34 horas após o forte terremoto que sacudiu o mar Egeu.

O idoso foi retirado dos escombros durante a noite e passa bem no hospital, segundo o ministro da Saúde da Turquia, que acrescentou que o sobrevivente, Ahmet Citim, lhe disse que "jamais perdeu a esperança". A operação que salvou Citim foi a última de uma série de resgates impressionantes que aconteceram após o terremoto de sexta-feira (30). 

A VIDA GANHOU MAIS UMA VEZ. Por volta de 1h desta noite [horário local, 19h do dia 31 em Brasília], exatamente 34 horas após o terremoto, nosso tio Ahmet de 70 anos conseguiu sobreviver após ser retirado dos escombros com a ajuda das equipes de resgate. Fique bom logo, tio Ahmet. Obrigado pelas palavras que nos deixaram todos felizes: "Nunca perdi a esperança".

Ontem [31] à noite, por volta de 1h [horário local, 19h em Brasília], visitamos nosso tio Ahmet Citim, que foi resgatado 34 horas após o terremoto. Estivemos com ele durante a primeira intervenção médica no local. O estado geral é bom. Em pouco tempo ficará ainda melhor.

No entanto, após três dias do desastre, as equipes de resgate têm encontrado mais corpos do que sobreviventes em Izmir, a terceira maior cidade do país.

As buscas continuaram em oito edifícios atingidos, mas o trabalho precisou ser interrompido depois que as autoridades determinaram que havia risco de colapso total em estruturas próximas que também foram afetadas, o que forçou as equipes a recuar, segundo a agência AP. 

A Presidência de Gerenciamento de Emergências e Desastres (AFAD, na sigla em turco) informou hoje (1º) que o número de mortos subiu para 73.

"De acordo com as últimas informações, 73 pessoas morreram e outras 961 ficaram feridas", disse a AFAD em comunicado.

Segundo o ministro de Meio Ambiente e Urbanização da Turquia, Murat Kurum, o sismo destruiu completamente ou danificou seriamente mais de 40 edificações, enquanto o número de construções parcialmente destruídas chega próximo de 1.000.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала