Protesto contra a quarentena em Barcelona termina com 14 detidos

© REUTERS / Nacho Doce Em Barcelona, na Espanha, um homem empina uma bicicleta em frente a uma barricada em chamas durante protesto contra a quarentena da COVID-19, em 30 de outubro de 2020
Em Barcelona, na Espanha, um homem empina uma bicicleta em frente a uma barricada em chamas durante protesto contra a quarentena da COVID-19, em 30 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Pelo menos 14 pessoas foram detidas em Barcelona na sexta-feira (30) à noite durante protestos violentos contra as regras de quarentena impostas na Catalunha devido à pandemia da COVID-19, disse a força policial da Catalunha.

Na sexta-feira (30), a manifestação contra a quarentena imposta para conter o novo coronavírus em Barcelona, na Espanha, registrou confrontos entre manifestantes e policiais. De acordo com o comunicado divulgado pela polícia local neste sábado (31), 23 policiais ficaram levemente feridos durante os protestos.

Vários grupos de manifestantes atiraram granadas de fumaça, pequenos explosivos e pedaços de cerca contra policiais, além de atearem fogo em barricadas construídas nas ruas. A agitação se espalhou para o bairro Gótico e duas lojas foram saqueadas, assim como vários veículos foram danificados.

© REUTERS / Nacho DoceEm Barcelona, na Espanha, policiais detém um manifestante durante protesto contra a quarentena da COVID-19, em 30 de outubro de 2020
Protesto contra a quarentena em Barcelona termina com 14 detidos - Sputnik Brasil
Em Barcelona, na Espanha, policiais detém um manifestante durante protesto contra a quarentena da COVID-19, em 30 de outubro de 2020

Na quinta-feira (29), o governo da Catalunha anunciou o reforço das medidas de quarentena, incluindo a proibição por 15 dias de entrada e saída da região. Os cidadãos também estão proibidos de se deslocar entre os municípios da Catalunha nos fins de semana. Os centros comerciais, teatros, cinemas, centros culturais, instalações desportivas, bares e restaurantes foram fechados.

A Espanha registra um aumento no número de casos de COVID-19 em meio ao que tem sido chamado de segunda onda da pandemia do novo coronavírus, o que está atingindo diversos países europeus. Segundo os dados da Universidade Johns Hopkins, o país registra 1.182.678 casos da doença e 35.878 mortes causadas pela COVID-19.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала