ONU acredita que extensão do Novo START deve ser prioridade de Rússia e EUA

© REUTERS / Mohamad TorokmanSecretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia
Secretário-geral da ONU, António Guterres, participa de uma coletiva em Ramallah, Cisjordânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O secretário-geral da ONU, António Guterres, acredita que a extensão do Novo Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Novo START) deve permanecer uma prioridade e espera que Rússia e Estados Unidos cheguem a um acordo sobre o melhor caminho a seguir.

A declaração foi lida nesta sexta-feira (16) pelo porta-voz do secretário-geral, Stéphane Dujarric, em uma coletiva de imprensa.

No início do dia, o presidente russo, Vladimir Putin, sugeriu estender o Novo START por um ano sem quaisquer condições e, em seguida, discutir todos os parâmetros de controle de armas durante esse período.

Horas depois, no entanto, Washington se manifestou sobre a proposta, descrevendo-a como inaceitável. 

​"Para o secretário-geral, a extensão do tratado Novo START deve permanecer uma prioridade, e esperamos muito que as partes — a Federação da Rússia e os Estados Unidos — concordem sobre um caminho a seguir", disse Dujarric. "Não podemos enfatizar o suficiente a necessidade de que o tratado seja estendido."

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала