Itália dá início aos testes de sua vacina contra coronavírus

Nos siga noTelegram
A Itália começou a testar sua vacina contra a COVID-19 no Instituto Spallanzani, em Roma, segundo o ministro da Saúde, Roberto Speranza.

"Uma notícia muito importante: hoje começamos a testar a vacina italiana em humanos. A inteligência e a pesquisa do nosso país estão a serviço do desafio mundial para combater a COVID-19", escreveu Speranza.

Notícia importante: hoje começaram os testes em humanos da vacina italiana. A inteligência e a pesquisa do nosso país estão a serviço do desafio mundial para combater a COVID-19.

A vacina, realizada pela empresa ReiThera, será aplicada em 90 voluntários, que foram escolhidos entre cinco mil candidatos.

Se os testes, que durarão 24 semanas, derem resultados satisfatórios, a imunização da população italiana começará em março de 2021.

A ReiThera começou a elaborar a vacina em janeiro, destinando € 5 milhões (R$ 33 milhões) à pesquisa e recebendo outros € 5 milhões (R$ 33 milhões) da região de Lazio e dos Ministérios da Saúde e da Educação da Itália.

Segundo Giuseppe Ippolito, diretor do Instituto Spallanzani, onde ocorrem os testes, "uma vacina italiana nos permitirá não ser escravos de outros países".

A ReiThera assegura que, uma vez que a fase de testes seja concluída, será capaz de produzir milhões de doses da nova vacina.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала