- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

COVID-19: FMI prevê queda de 9,1% da economia brasileira em meio à pandemia

© ED FERREIRA / AGE / Estadão ConteúdoBrasil, Anápolis, GO, 19/12/2013. Vista parcial de área do Porto Seco Centro-oeste, em Anápolis (GO)
Brasil, Anápolis, GO, 19/12/2013. Vista parcial de área do Porto Seco Centro-oeste, em Anápolis (GO) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A economia do Brasil amargará uma queda de 9,1% este ano em função dos efeitos da pandemia do coronavírus, informou nesta quarta-feira (24) o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Em seu relatório atualizado, World Economic Outlook (Panorama Econômico Mundial), FMI aponta para uma profunda retração global a visa que a recuperação será lenta.

No relatório anterior do Fundo, em abril, a previsão de queda da economia brasileira era menor. Brasil sofreria uma redução do PIB de 5,3% em 2020. A situação parecia melhor ainda em janeiro, quando a projeção era de crescimento de 2,2%.

Segundo o relatório atualizado, a previsão de recuperação do Brasil em 2021 será de 3,6%. No entanto, haverá queda no equilíbrio fiscal, de 16% este ano e de 5,9% no ano que vem.

A previsão anterior era de, respectivamente, -6,6% este ano e +0,2% em 2021. A dívida bruta poderá mais que dobrar em 2020 e em 2021, diz o documento, assinado por Gita Gopinath, conselheira econômica e diretora do Departamento de Pesquisa do FMI.

Na América Latina, a economia do México também será muito prejudicada e sofrerá grande queda de 10,5%.

Segundo FMI, o mundo vive sua pior recessão desde o início do século passado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала