Canadá emite alerta sobre uso de cloroquina como tratamento para coronavírus

© REUTERS / Sebastian CastanedaHomem de máscara segurando bandeira do Canadá em um ônibus para voos de repatriação organizados pela embaixada do Canadá no Peru em meio à pandemia do novo coronavírus
Homem de máscara segurando bandeira do Canadá em um ônibus para voos de repatriação organizados pela embaixada do Canadá no Peru em meio à pandemia do novo coronavírus - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades de saúde do Canadá emitiram um alerta contra o uso das drogas antimaláricas cloroquina e hidroxicloroquina para tratar infecções por coronavírus ou prevenir reinfecções.

"A cloroquina e a hidroxicloroquina podem ter efeitos colaterais sérios. Esses medicamentos devem ser usados ​​apenas sob a supervisão de um médico", disse a agência de saúde pública do Canadá.

A nota também afirma que o órgão está "preocupado" com o uso sem supervisão médica dos medicamentos e que as drogas podem causar "sérios problemas no ritmo cardíaco".

A Agência Europeia de Medicamentos e a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA (FDA, na sigla em inglês) divulgaram nesta semana notas com avisos semelhantes sobre os medicamentos, cuja promessa como tratamento do coronavírus foi elogiada pelo presidente dos EUA, Donald Trump.

O Departamento de Saúde do Canadá disse que a cloroquina e a hidroxicloroquina foram aprovadas para tratar a malária e certas doenças auto-imunes como lúpus e artrite reumatóide, mas sabidamente causam problemas no fígado ou nos rins, baixo nível de açúcar no sangue e problemas no sistema nervoso, informa a agência de notícias AFP. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала