Com mais de 2 mil mortes, Irã usará 20% do orçamento para combater o coronavírus

© REUTERS / Essam al-SudaniMembro da guarda fronteiriça do Irã usa máscara para se proteger do surto de coronavírus no país
Membro da guarda fronteiriça do Irã usa máscara para se proteger do surto de coronavírus no país - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Irã alocará 20% de seu orçamento anual do Estado para combater o surto do novo coronavírus no país, um dos mais atingidos no mundo, informou o presidente Hassan Rouhani neste sábado.

O número de mortos por coronavírus no Irã subiu para 2.517 neste sábado, com 139 mortes nas últimas 24 horas, enquanto os casos subiram de 3.076 a 35.408, disse o porta-voz do Ministério da Saúde, Kianoush Jahanpour, na televisão estatal.

"Estamos em condições difíceis, em condições de sanções, mas alocamos 20% do nosso orçamento este ano para [o combate ao] coronavírus e isso pode ser surpreendente para o mundo de um país sob sanções", disse Rouhani em comentários transmitidos pela televisão estatal.

Fechado do mercado internacional de capitais e enfrentando um novo impacto em suas finanças com o colapso dos preços do petróleo em cima das sanções dos EUA, o Irã está lutando para proteger sua economia da pandemia do novo coronavírus.

Rouhani assegurou ao público que o país tinha um sistema de saúde forte e capaz de lidar com o caso de uma rápida progressão da doença. O seguro de saúde do Estado cobriria 90% dos custos dos pacientes relacionados ao coronavírus, disse ele.

A alocação do orçamento, no valor de cerca de 1.000 trilhões de riais, incluiria doações e empréstimos a juros baixos para os afetados pela COVID-19, destacou Rouhani.

© AP Photo / Presidência do IrãPresidente do Irã, Hassan Rouhani, se pronuncia em reunião sobre acidente aéreo
Com mais de 2 mil mortes, Irã usará 20% do orçamento para combater o coronavírus - Sputnik Brasil
Presidente do Irã, Hassan Rouhani, se pronuncia em reunião sobre acidente aéreo

O valor alocado vale cerca de US$ 6,3 bilhões à taxa de câmbio do mercado livre do rial, de cerca de 160.000 riais por dólar. Mas o governo pode decidir alocar parte dos fundos à taxa oficial de 42.000, usada para subsidiar alimentos e medicamentos
Na quinta-feira, Rouhani afirmou que o governo estava buscando aprovação para retirar US$ 1 bilhão do fundo soberano do Irã para a luta contra o coronavírus.

Tocar no fundo soberano requer o acordo do líder supremo aiatolá Ali Khamenei, que tem a última palavra em todas as questões estatais.

As tensões aumentaram entre o Irã e os Estados Unidos desde 2018, quando o presidente dos EUA, Donald Trump, encerrou o acordo nuclear de Teerã em 2015 com as potências mundiais e reimprimiu as sanções que prejudicaram a economia iraniana.

As autoridades iranianas, culpando as sanções dos EUA por impedir os esforços de Teerã para conter o surto, instaram outros países e as Nações Unidas a pedirem a Washington que cancele as sanções. Washington rejeitou a flexibilização das sanções.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала