Maduro: Rússia enviará ajuda humanitária à Venezuela para combater coronavírus

© REUTERS / Palácio de MirafloresPresidente da Venezuela, Nicolás Maduro, usa máscara de proteção ao falar durante uma reunião no Palácio de Miraflores, em Caracas
Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, usa máscara de proteção ao falar durante uma reunião no Palácio de Miraflores, em Caracas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente venezuelano, Nicolás Maduro, anunciou na sexta-feira (20) que a Rússia irá enviar ao país sul-americano "uma importante doação de ajuda humanitária especial" para lidar com o coronavírus.

"A doação deve chegar ao país na próxima semana. A Rússia também proporciona seu apoio com equipamentos médicos e kits. O mundo inteiro está apoiando a Venezuela nesta batalha", disse o presidente Maduro durante um contato telefônico com a vice-presidente venezuelana, Delcy Rodríguez, que foi transmitido pelo canal de televisão estatal.

Nicolás Maduro sublinhou que o seu país já conta com "os medicamentos necessários e em quantidade suficiente" para combater a pandemia. "Além disso, vamos pedir a matéria-prima, já que a indústria farmacêutica nacional tem capacidade para fabricar os 24 medicamentos que são necessários para tratamentos preventivos e curativos", acrescentou.

O chefe de Estado informou também que nesta sexta-feira chegarão ao país 130 médicos cubanos que vão aderir aos trabalhos sanitários. "Agradeço a Cuba por todo este apoio", disse, acrescentando que o governo de seu país continuará a trabalhar em coordenação com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPS).

Ontem, o ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, afirmou que o Twitter restringiu as contas da vice-presidente venezuelana Delcy Rodríguez, que chefia a comissão presidencial de luta contra a propagação da COVID-19.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала